Como devem ter reparado, o site esteve a meio gás, para não dizer que esteve parado.

Estive de férias alguns dias na semana passada e precisei afastar-me um pouco para recarregar baterias.

De vez em quando é preciso e eu sinceramente preciso MUITO disso.

Fui passear, comi caracóis, estive com as minhas amigas, estive com o meu pai, li muito, vi series, dormi a sesta, jantei fora, beijei muito, estive com quem gosto muito, dancei, caminhei, apertei muito e dei muitas beijocas ao meu Simão, fui à feira, fui aos Santos Populares com os meus amigos, comi bifanas, comi farturas, enfim….vivi muito a vida, que é o mais importante.

Estas últimas 48 horas (com o horrível incêndio que aconteceu em Pedrogão Grande), fizeram-me pensei muito na vida. Chorei muito, tive medo de ver as noticias, porque cada vez que ligava a TV havia mais mortes, pessoas como nós e isso assusta-me. O estar bem num segundo e não sabermos se estamos vivos no segundo a seguir é um pensamento assustador, porque não acontece só aos outros, pode acontecer a qualquer um de nós.

Por isso é que vivo a vida ao máximo. Não quero saber….

É aproveitar para sair, curtir, beber, comer, e fazer mais coisas acabadas em er 🙂 🙂

Loucuras saudáveis, loucuras boas que me fazem feliz. Quero ser feliz, nem que seja por momentos. Quero ser feliz e quero estar com quem quer estar comigo, quem gosta de mim e me faz bem.

A vida passa tão depressa. E nenhum de nós sabe quando acaba.

Revejam as vossas vidas. A Natureza está realmente a querer dizer-nos várias coisas.

Cabe a nós ter inteligência para as descodificar.

E eu cada dia que passa gosto mais de mim e vou fazer o que me faz feliz. Vou pensar mais em mim.

Related Posts with Thumbnails