Depois de dois meses e quatro pares de Havaianas a menos posso afirmar com toda a certeza de que estamos apaixonados, e como qualquer bom casal, somos de fases. Temos a fase em que não nos largamos e a fase em que eu já não o posso ver à frente.

Quanto às tarefas domésticas, essas são sempre feitas a dois. Eu coloco a loiça na máquina e ele verifica se está bem lambida. Eu estendo a roupa e ele verifica , entrando mesmo dentro da máquina, se não ficou nenhuma peça por lá esquecida. Eu aspiro o chão e ele trata da banda sonora, ladrando o tempo todo. Qualquer meia perdida é levada rapidamente para o sítio apropriado, tal como, a cama dele, pois claro. Lavo o chão enquanto ele tenta agarrar a esfregona, que cá em casa as tarefas são para dividir à séria. 

Felizmente já controlamos mais ou menos as necessidades fisiológicas, basta para isso ir cerca de 40 vezes por dia à rua. Vendo o lado positivo, fartamo-nos de passear, o que é fantástico para a nossa relação. Também tentamos fazer exercício em conjunto, mas ou sou arrastada ou tenho eu que o arrastar.

Quanto às gatas, a relação entre eles é literalmente de “cão e gato”, o que faz com que cá em casa não exista um só momento de tédio, tudo o que ele quer são beijinhos, mas elas não vão nessas conversas.

Resumindo: somos todos loucos por este miúdo e ele é muito muito feliz, a fazer asneiras.

A Vanessa também escreve aqui. Num sitio só seu.

Visitem Um Sonho só Meu

Related Posts with Thumbnails