Search here...
TOP
Aproveitar Poupar

Aproveitar sobras de vinho!

O que fazer com sobras de vinho?

Se não as vou usar nos próximos dias, eu aproveito para depois as usar nos cozinhados, principalmente nos assados no forno, porque gosto muito de colocar um pouco de vinho para dar “aquele” sabor especial 🙂

E a maneira que utilizo para congelar as sobras é a seguinte:

Coloco em cuvetes de gelo e guardo na arca congeladora.

Alguém usa este método e se enganou?

Colocou cubos de vinho em água?

É que a mim já me aconteceu 🙂

 

Related Posts with Thumbnails

«

»

29 COMMENTS

  • Sandra

    Olá Mónica.

    Ora aí está algo de que nunca me lembraria: congelar vinho! Muito boa ideia.
    Eu costumo guardar na própria garrafa, bem fechada, com aquelas tampas de vácuo. E vou usando confrome necessário.

    Bjs,

    Sandra

  • Paula Nunes

    Bom dia Mónica,
    Tudo bem?
    Espero que sim.
    Eu uso muito este método é para a polpa de tomate e para a cebola picada. Adoro quando tenho um refogado para fazer e ir ao congelador buscar 1 cubo ou 2 e para o arroz de tomate juntar uns cubos de polpa. É super prático e rápido. Adoro mesmo.

  • paula m.

    É precisamente o que costumo fazer. As cuvetes sao óptimas para este srestinhos, bem como alho e salsa picada, etc.

    E nao, por acaso nunca me enganei, costumo guardar as cuvetes num saco de plástico e identifico sempre o conteúdo.

    Bom fim de semana!

  • Sónia Rodrigues

    Bom Dia Mónica, com o vinho nunca exprimentei, nunca me tinha lembrado mas com natas e molho tomate sim!
    O que eu faço é dps de estarem congelados retiro da covete e ponho em um saco etiquetado.
    Asim n me engano e tenho as covetes prontas a utilizar 🙂

    Bjs e Bom fim de semana

    • Lise

      Eu também faço isso sónia! Congelo sumo de limão, molho de tomate, cremes de marisco e de legumes etc nas covetes e quando o liquido solidifica retiro e guardo em saquinhos. 🙂 comprei daqueles saquinhos que fecham hermeticamente – são um pouco caros mas eu reutilizo-os 😀
      Beijinho
      Lise*
      Blog Objectivo Perfeição http://objectivoperfeicao.blogspot.com/

  • Sandra

    Olha nunca me tinha lembrado de congelar vinho. Mais uma medida de poupança para a minha lista. Bom fim de semana.

  • Alice Silva

    Olha aqui está uma coisa que eu não sabia. Optima dica, como sempre.

    Bjinhos e festinhas ao Simão

  • Há uns tempos, descobri este artigo que propõe mais 5 formas de aproveitar vinho para além do congelamento: http://clubedevinhos.com/artigos/6-dicas-para-apr…. Ideias práticas que permitem realmente poupar!

    • Monica Dona de Casa

      InspiraçãoInesperada,

      Obrigada.

      Já lá vou cuscar.

      Bj

  • isaura

    olá Monica, se já lhe aconteceu enganar-se em por cubos de vinho congelado em vez de água, faz da seguinte forma, é como eu faço, ponho o vinho nas cuvetes deixo congelar e depois retiro das cuvetes e ponho num saco onde escrevo que é o vinho, assim não há confusões para ninguém. também já fiz isso com a polpa de tomate que me sobra. compro a maior parte das vezes um frasco grande e quando abro para uma 1era utilização, congelo o que sobra, assim se precisar de pouca quantia sempre compensa. Isaura.

  • Judite S.

    5*

    Adoro as tuas dicas.

    Bj

  • Ana Damas

    Olá Monica,

    Nunca fiz confusão porque coloco em cuvetes de cores diferentes.

    Bjo

    • Monica Dona de Casa

      Ana Damas,

      Também pensei nisso mas tenho tantas da mesma cor que foi mesmo para não gastar dinheiro.

      Bj

  • Fatima Mendes

    Monica,

    Nunca me lembrei de congelar vinho e a tua ideia é fantástica. Por vezes mando restos fora e assim poupa-se.

    Obrigada.

    Bom fim de semana

    • Monica Dona de Casa

      Fatima Mendes,

      Mandar fora é que não 🙂

      Bj

  • Ana Paula

    Olá Mónica,
    Realmente, nunca me passou pela ideia congelar vinho e acabo por deitar fora. Mas com esta dica, já não será assim. Mesmo porque congelo imensas coisas: polpa de tomate caseira, salsa, coentros, banha, batatas (para a sopa),…
    Obrigada, mais uma vez.

    Beijocas e muito bom fim de semana
    Ana Paula

  • Teresa C.

    Olá Mónica,
    Também congelo os restos de vinho em cuvetes.
    Mas como depois retiro das cuvetes e coloco num tupperware e identifico; nunca me aconteceu deitar vinho em água.
    Faço o mesmo, com a polpa de tomate e a cebola picada, assim tenho sempre as cuvetes livres e não preciso de tantas.
    Bom fds.
    Bjs,
    Teresa C.

  • Rita

    Boa ideia!

  • Aline

    Adorei! Vou testar =]

  • Andreia Lourenço

    Já sigo o teu blog há uns meses e não deixas nunca de me surpreender!!

    É que nunca me tinha passado pela cabeça congelar vinho. Já o tinha feito em relação ao tomate, mas vinho e natas?? Há alturas em que parte o coração deitar fora porque deixei estragar ao ar livre ou mesmo no frigorífico… A partir de agora é proibido!!

    Um beijinho de bom fim de semana! E muitos miminhos ao Simão (na segunda feira perdi um amigo desses já com quase 13 anos!)

  • Andreia Lourenço

    E inspirada neste teu post, lá meti as mãos na massa e tratei de 2 cebolas gigantes que tinha na despensa. Juntei-lhes 1 cabeça de alhos, piquei tudo, coloquei em cuvetes no congelador e agora tenho ali 700 gr de serviço adiantado.

    Mais uma vez, obrigada pelas dicas preciosas!

    Beijinhos e espero que o fim de semana esteja a correr bem!

  • Lucia

    ola,
    ja conhecia a dica, acho que vi num programa da nigella! Vou aproveitar a ideia e usar para fazer com tomate refogado!!!:-)
    Bom fim de semana
    bj

  • APC

    Por acaso já tinha visto essa dica no blog Cozinha de Solteira o ano passado. Até fui procurar saber se o vinho perdia propriedades ao ser congelado e descongelado, mas parece que não. E é uma boa ideia!
    🙂

  • apequenadonadecasa

    Olá Mónica, eu congelo o vinho nas couvetes e depois quando já estão em gelo, ponho-as dentro de um saco. Aliás, mesmo para os caldos de peixe e legumes procedo da mesma maneira, por uma questão de arrumação nas gavetas do congelador.
    Beijinhos
    Tânia

  • maria

    Olá, sou nova aqui e adorei este blog.
    Tambem sou adepta de descontos e de poupança.
    Pessoalmente tenho um programa de Excel que fiz e que vou preenchendo á medida que vou guardando os meus talões de compras. Mas cada vez que faço compras em pequena ou grande quantidade incluindo Entregas a domicilio escrevo em todos os artigos o preço (desconto incluído) com caneta de tinta permanente. Cada vez que preciso de algum artigo aponto num papel e assim que for ao computador escrevo no meu programa de excel o que gastei no supermercado de rua ou no meu hiper de casa 🙂

  • maria

    (Continuação)…Como vivo sozinha, no passado gastava uns 150 euros mensais em alimentaçao. E ás vezes não chegava. Agora com este meu programa vou gerindo melhor o dinheiro e apercebo-me onde estão os "deslizes" ! Acreditem que neste momento ando a gastar mais ou menos dentro dos 100 euros! E olhem que não passo fome!
    A diferença é que dantes eu baseava-me nos 150 euros mensais, agora vou pensando no que vou gastando no dia a dia aproveitando o que vou tendo em casa conciliando com promoções. Se tenho um bocado de carne que sobre faço uma omelete mais uma salada.
    Uma panela de sopa é meio caminho andado. Se sobrar frango faço uma salada de frango. Há muitas refeições que podemos inventar sobretudo quando somos uma ou duas pessoas em casa.
    Ultimamente tenho caprichado em beber o meu cafézito em casa. Não quero dizer com isso que uma vez por acaso não o beba fora mas muito menos vezes neste momento.
    Se queremos sobreviver á crise temos mesmo de viver com os euros contados! 🙁

  • Lise

    Cá em casa, quando sobra vinho que vejo que com toda a certeza se estragará, compro uma daquelas embalagens de pêras rocha pequeninas (no continente, 2Kg custam cerca de 0.99€) e faço Pêras Bêbedas! 😀
    Aqui adoramos!! Fica uma sobremesa saudavel e é uma forma disfarçada de comer fruta 😀
    Beijinhos
    Lise*
    Blog Objectivo Perfeição http://objectivoperfeicao.blogspot.com/

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *