Sempre tive uma relação amor-ódio com a palavra rotina. Pensava que me condicionava o dia e acabava por estar presa a um papel (a to-do-list).

Pensava que não conseguia aproveitar o dia,  e depois de a implementar na minha vida, verifiquei que conseguia fazer tudo o que estava na lista e divertia-me na mesma.

A verdade é que as rotinas ajudam-na a ter algum ritmo nos seus dias e acaba por ser viciante  (no bom sentido, claro).

Porque assim, já sabe o que tem de fazer nesse dia e não se torna numa pessoa apressada, stressada e cansada logo pela manhã.

Exemplo de uma rotina de fim-de-semana.

– Tratar das roupas (eu começo logo na sexta e assim dá tempo para a engomar no domingo à noite).

– Fazer refeições ou sopa para congelar.

– Compras de supermercado (faço os menus e listas na 5ª feira e assim tenho tudo preparado quando vou às compras) e trato logo de ver quais as promoções em vigor.

– Fazer as limpezas gerais (como tenho a regra dos 30 minutos diários) quando chega ao fim-de-semana, a minha rotina de limpeza é mais curta e fácil. Manter a casa organizada no dia a dia é a chave do problema.

– Fazer a to-do-list da semana a seguir (torna mais fácil a sua semana e vive-a sem stress)

– Preparar a roupa (faço 2 ou 3 conjuntos para usar durante a semana, de manhã não perco tempo em frente ao roupeiro)

E depois de tudo feito (e com a prática melhora a sua performance) tem tempo para fazer exercício, tem tempo para passear, tem tempo ir à praia, tem tempo para ver as suas séries, tem tempo para namorar.

Organize-se e vai ver que se torna numa pessoa mais feliz.

Related Posts with Thumbnails