Olá a tod@s!

Quando o meu bebé fez um ano, e depois de irmos à consulta com a médica, foi-nos dito que estava na altura de “introduzir os sólidos” (digo isto entre aspas, porque eles já comem bolachas, pão, entre outros…estou-me a referir ao 2º prato, depois da sopa, o prato de refeição).

Foi-nos sugerido que os primeiros pratos fossem do género da sopa, muito triturados (por exemplo empadão, açorda…), para que o bebé se habituasse a estes novos sabores, e progressivamente íamos fazendo comidas menos trituradas.

Ora, nós seguimos exactamente à risca o que nos foi dito, na esperança de, como o nosso bebé já comia tão bem e aceitava bem a sopa e tudo o resto, que aceitasse também os novos sabores. Mas foi exactamente ao contrário…triturado, só aceitava a sopa…tudo o resto, empadão, carne picada quase desfeita, açorda, não aceitava nada, e o que antes era uma refeição feliz e descontraída, passou a ser uma refeição de tristeza e nervosismo…

Até que, depois de uma semana de percebermos que este método não iria resultar, experimentamos dar a sopinha e o segundo prato mesmo com sólidos…ou seja, carninha desfiada, batata-doce, batata cozida, massa esparguete, ervilhas, cenouras, brócolos, feijão verde, entre outros, mas tudo em sólido, sem ser triturado… cortadinho sim, mas nada triturado. Obviamente com o cuidado de desfiar bem a carne e tirá-la dos ossos, bem como ao peixe.

E não é que o nosso bebé aceitou bem essa comida…e não só aceitou, adorou? Desde então é uma maravilha vê-lo a comer, e mesmo com poucos dentes, “mastiga” bem com as gengivas: come ervilhas, cenouras, feijão verde, adora batata doce…enfim, a refeição passou a ser um momento alegre e de partilha como sempre foi.

Por isso, hoje espero ter deixado aqui o nosso contributo para todos os que tiveram problemas na introdução de sólidos aos vossos bebés…e dizer que não há só um método, vocês podem procurar um método seguro, saudável e equilibrado para a introdução dos sólidos aos vossos bebés!  🙂

Até à próxima!

Related Posts with Thumbnails