Muitas das minhas leitoras queixam-se que não têm paciência para limpar a casa.

Dizem que é uma tarefa chata e dá uma preguiça daquelas.

Pois eu também aprendi a gostar de passar a ferro, porque tenho que o fazer.

É a vida.

Temos é que nos habituar e arranjar maneiras de simplificar essa tarefa que para mim não tem nada de chata, mas gostos não se discutem.

Eis algumas dicas para minimizar:

A música é essencial. Acho que a música motiva. Eu então ponho uma bem mexida. Até a vassoura dança.

Vista uma roupa confortável. Eu tenho roupa específica para as limpezas, até porque uso lixivia e nunca se sabe.

Estabeleça prazos. Faz com que não desista fácil.

Leia livros ou artigos sobre limpeza. Se descobrir novas dicas e truques de limpeza, você fica inspirada a aplicar na sua casa.

Folheie revistas de decoração. Têm sempre imagens maravilhosas. Se chegar a casa e tiver a casa desarrumada e suja, pensa nas imagens e motiva-se.

Quando encontra um novo produto nos supermercados, compre e teste. Vai ver que descobre novas aplicações para ele.

Envolva a família nas tarefas. Se houver divisão, fica com menos trabalho.

Se acha que as tarefas domésticas são mesmo um grande transtorno para si, defina uma recompensa. Não precisa de fazer compras. Se a faz feliz passar uma hora a ler um livro ou dar um passeio à beira mar, porque não?

Se quiserem uma lista personalizada para organizarem a vossa rotina de limpeza, veja este post onde coloquei listas A Dona de Casa Perfeita em pdf.

Related Posts with Thumbnails