Search here...
TOP
Poupar

Medidas para combater a crise #4 – Update

Lembram-se da medida para combater a crise que mencionei neste post?

Pois bem, este fim de semana que passou, estive a passar a ferro e do molho em cima (roupa que lavei) apenas tive que passar o que mostro em baixo.

Separei tudo muito bem, e já que não passo toalhas, roupa interior e pijamas, ficou só este molho que passei enquanto vi o CSI.

Assim até vale a pena poupar 🙂

Agora aproveito para esclarecer um assunto delicado, já que recebi imensos e-mails e comentários sobre isso.

Em relação a esta minha medida, acusaram-me de estar a prejudicar o negócio da engomadoria e a fazer com que alguém fique sem emprego.

Pergunto eu:

Eu tenho que olhar para a minha carteira ou olhar para a dos outros?

O Estado aumenta tudo e mais alguma coisa, eu tenho que reajustar a minha vida e poupar no que puder, por isso lamento mas é a vida…

 

Related Posts with Thumbnails

«

»

53 COMMENTS

  • Lila Sousa

    Olá Mónica, não te preocupes com esse tipo de comentários porque essas pessoas também vão ter que fazer cortes e pela boca morre o peixe 🙂 Com esta crise que estamos a atravessar temos que pensar bem nas nossas continhas para ele chegar para tudo não é? Um bom dia de trabalho para ti e beijinhos ao Simão.

  • sonia

    olá Monica eu desde sempre que faço o mesmo que tu não passo lençois não passo roupa interior nem toalhas, compreendo perfeitamente o teu lado eu não acho egoismo acho que se não olharmos para a nossa carteira quem vai olhar? isto está muito complicado e temos realmente de cortar no que se pode muita gente sofre com estas consequencias mas até nós nos ordenados sofremos tudo o resto tem de sofrer alteraçoes é lamentável mas realmente tem mesmo de ser
    um beijinho

  • maria simoes

    Eu desde sempre q lavo e engomo a minha roupa, eu desde sempre q tento poupar ao máximo pq sempre ganhei pouco. Tenho seguido algumas dicas tuas em todos os aspectos e são de uma ajuda tremenda. Agora o q as pessoas dizem é um problema delas pq o q é importante somos nós e o bem estar dos nossos e perante o problema económico q se nos depara tudo o q seja para poupar é para fazer. As empresas de engomadoria fecham ?? será ?? e se reduzissem um bocadinho mais os preços ?? Enfim querida Mónica como é apanágio dos portugueses nunca estamos contentes com nada e estamos sempre a criticar tudo e todos. Continua pq tal como eu muita gente q te segue aproveita algumas das tuas sugestões q são muito boas. Um beijo

  • lúcia

    Olá Mónica,
    às vezes fico parva quando descreves certos mails ou comentários que recebes, é claro que a tua forma de poupar é diferente da minha, há coisas que fazes que eu não posso não pouparia da mesma maneira até porque cá em casa somos 3 e mesmo assim outro agregado com 3 pessoas tbem não consegue poupar da mesma forma que eu, todos os casos são diferentes. No meu caso (e penso que o da maioria ) o blog serve para partilhar a nossa maneira de gerirmos o tempo e o dinheiro, os nossos exemplos podem servir para algumas pessoas mas não para todas, eu no teu lugar teria feito precisamente a mesma coisa a engomadoria seria logo dos primeiros cortes, primeiro a nossa carteira…SEMPRE.
    jo

  • Lidia

    Concordo contigo Mónica, tens é que zelar pela tua carteira. Quem sabe quando tiverem as coisas melhor voltas a procurar esses serviços. Eu também faço tudo de casa, mesmo assim o dinheiro quase não chega ao fim do mês.
    beijinhos
    Lidia

  • aloucura

    ahahahah esse comentário é tão idiota, tão descabido, que nem merece resposta. ahahah vão eles dar o ordenado deles às engomadorias, restaurantes, lojas de roupa… vá, vão JÁ! Gstem tudo o que puderem e não puderem para os negócios não irem à falência…
    PLEASE!!! A tua paciência para aturar…

    ps – assim vale a pena 😉

    • Monica Dona de Casa

      aloucura,

      Nem imaginas os comentários que recebo.

      Eu quando não gosto de um blog, não leio, tão simples quanto isso….mas esta gente adora-me, só pode.

      Bj

  • Patricia

    Grande lata esses comentários!!!
    Quer dizer, prejudicamos a nossa casa para não prejudicar outros? Dá vontade de rir!!!

    • Monica Dona de Casa

      Patricia,

      Mais um pouco e é isso que querem que faça.

      Bj

  • Isabel

    Dificilmente comento mas não podia estar mais de acordo com a tua opinião em relação à engomadoria. Gastar nesses itens não tem nada de errado mas vivermos acima do nosso orçamento só porque sim… Não acho razoável… Além disso, quando estamos em dificuldades será que a engomadoria nos vai fazer desconto ou deixar de cobrar? Continua com as boas dicas! Beijinhos 🙂

    • Monica Dona de Casa

      Isabel,

      Duvido!

      Enfim…

      Bj

  • Ana

    Mónica, disseram-te o quê?!?!?!!? Há pessoas q não têm noção do q dizem, só pode! É falar mal só para falar. Não ligues.

    Eu tb aproveito para passar enquanto vejo tv. Geralmente ao Domingo q é mais barata a electricidade. Não te esqueças q o ferro gasta bastante e como tb só lavo a roupa ao fds, aproveito.

    beijinho e continua

    • Monica Dona de Casa

      Ana,

      Eu também passei no domingo à noite.

      Bj

  • helena figueiredo

    Bom dia Mónica, (se me permite que a trate assim)
    Chamo-me Helena e sou uma seguidora diária e admiradora (silênciosa).
    Pois não poderia estar mais de acordo quando diz que tem que olhar pela sua carteira s só a Mónica é que sabe onde lhe é mais conveniente cortar.
    As pessoas que criticam, que sejam "os bons samaritanos" e que sejam elas a manter as engomadarias e quem mais entenderem que devam de manter. Se a Mónica bater no fundo (espero que nunca aconteça) até gostaria de ver se alguém estaria disponivel para ajudar.
    Um abraço e continue o seu bom trabalho.
    Helena

    • Monica Dona de Casa

      Helena,

      Obrigada!

      Bj

  • Ana

    EH PAH… Por amor de Deus.. quer dizer, agora tu é que tens de te preocupar com o emprego dos outros? cada uma….

    • Monica Dona de Casa

      Ana,

      Já viste?

      Não me faltava mais nada.

      Bj

  • Celina

    Olá Monica
    Passo por cá com muita frequência mas não tenho por habito comentar.
    Hoje decidi deixar comentário, não em relação ao teu post mas em relação aos comentários que te têm feito por teres deixado de usar os serviços da emgomadoria. Sinceramente acho que é de uma falta de bom tom tremenda. Cada qual sabe o que deve fazer para gerir o seu orçamento domestico, mas se ficam assim tão indignadas porque supostamente estas a prejudicar o trabalho de alguém, que façam a gentileza de te enviar os euritos para pagar a engomadoria. Tenho a certeza que ficarás muito contente por te livrares de passar a ferro e a "pobre desgraçada" que trabalha na engomadoria agradece porque já não perde o emprego. ……. ENFIM………..

  • Deolinda

    Grande lata…
    éóbvio que tens de olhar para a tua carteira e não para a dos outros.
    Por essa ordem de ideias, iamos comer todos os dias ao restaurante, punhamos gasolina do carro todos os dias, iamos ao cabeleireiro todos os dias… etc etc etc. Não estamos em época de pensar nos outros.
    a poupar também se dá trabalho a outros! deixamos de por combustivel nas gasolineiras, mas começamos a andar de transportes e damos trabalho aos condutores, maquinistas, etc.
    além disso a crise é para os pequeninos, os ricos vão continuar a ter motorista particular, a mandar a roupa para a engomadoria, a comer do bom e do melhor…
    Desculpa o post longo mas é que fiquei um bocadinho revoltada por te acusarem disso…
    claro que é importante mandar a roupa para engomar fora, mas não é importante ter comida na mesa todos os dias…
    Cada um sabe do seu ordenado e das suas despesas e é que sabe onde pode ou não cortar…
    bj

  • Cláudia

    Mónica, respondeste muito bem! Claro que lamento que pessoas vão para o desemprego mas os culpados não somos NÓS! é o Estado, a Europa, o Mundo! com esta crise.
    As pessoas que te criticaram que olhem para elas e vejam se continuam a ir ao cinema, jantar fora, comprar roupa, reparar peq. eletrodomésticos (SIM! existem centenas de pessoas cujo trabalho delas é apenas reparar peq. eletrodomésticos!!!)
    Ah pois é…!
    Keep going 😉

  • Rita

    A sério, mas há pessoas que te acusam de prejudicares o negócio da lavandaria??? Mas realmente, primeiro temos que nos preocupar com nós próprios!! E como dizem o casal Economides, se todas as pessoas fossem mais poupadas e frugais, a economia andava muito melhor, pois não havia tantas dívidas e créditos malparados…

    As pessoas querem é mais e melhor, e viver acima das suas possibilidades, só para mostrarem aos outros, em vez de serem felizes com o que têm.

    Dá-me pena, mas também estou seriamente a pensar dispensar a minha empregada, para poupar mais (o meu objectivo é conseguir poupar metade do que ganho). Isto é viver abaixo das minhas possibilidades, mas quanto menos coisas tenho, menos preocupações e menos stress tenho.
    E o que me faz feliz é estar com a família e fazer as coisas que gosto – e nenhuma destas actividades implica gastar dinheiro.
    E também me traz felicidade, paz e liberdade ver o dinheiro a acumular-se na minha conta, pois se algo acontecer, sei que pelo menos durante uns tempos fico bem. Se todas as pessoas fossem assim, se não vivessemos numa sociedade tão consumista e materialista, a economia andaria muito melhor…

  • mae qb quadrado

    Credo! Mas será que esta gente não pensa antes de escrever???
    Eu acho que fazes muito bem, com tudo a aumentar e cada vez nos vão mais ácarteira vamos agora tar aqui procupados que a engomadoria ali da esquina vai á falência? bolas!

    enfim… eu tb faço como tu só passo meso roupa de rua, menos malhas e polares, toalhas, lençois, pijamas, panos da loiça, ás vezes nem as calças de ganga se vir q n ficaram muito amarrotadas… cá ser escrava do ferro bah… mas acredita muito boa gente passa tudo eu fico parva qd vejo a minha mãe a passar panos da loiça, olha-me a paciencia daquela mulher lol

    jokas

  • SarinhaT

    Olá Mónica,

    Cá por casa nunca utilizamos o serviço de engomadoria… a minha mãe nunca o fez e pronto, uma pessoa não vê não faz… Mas até tinha pensado ultimamente se não seria uma boa opção pois não gosto nada de passar ao ferro… mas com tudo o que tem acontecido desisti da ideia.

    Expresso já aqui que acho muito mal as pessoas criticarem as outras pelas suas opções, sejam domésticas, pessoais ou profissionais. Cada pessoa tem a sua maneira de estar e tem a sua forma de gerir as coisas. Se não aceitam dicas para se organizarem não venham à procura delas.

    Cada pessoa sabe da sua carteira e faz as opções que quer e ninguém tem que se melindrar com isso…! Eu ainda sou do tempo (lol) em que as marcas brancas eram "discriminadas", montes de gente dizia que não prestavam e não usavam (não te lembras?)… e agora as marcas brancas são as "rainhas dos supermercados" hehe.
    Os tempos mudam e mudam as vontades.

    Desculpa o comentário longo, mas estas coisas mexem comigo. lolol

    Tem um bom dia, e beijinhos*

  • Susete

    Ola Mónica,
    Sempre fiz como tu (mais por preguiça do que propriamente poupança). Mas acredito que, para as pessoas muito arrumadas seja difícil não ter os armários imaculados. Quanto aos outros comentários que recebeste fiquei sem palavras. Quem é que vai pagar as tuas contas se entrar em insolvência? É claro que temos que ser nós a zelar pelos nossos interesses. A única forma que temos em ajudar o país é tentar adquirir produtos portugueses.
    Não ligues a esse tipo de comentários.

    Um abraço

  • Marisa

    Olá.
    Como já disse no post anterior, passo muita pouca roupa a ferro, tambem é uma forma de poupança. Nem quero imaginar o tempo que demoram passar a ferro lençois e toalhas e despesa que isso dá em luz.
    Agora tinha mais que ver termos de nos preocupar se os outros vão ou não ficar sem trabalho. Estamos em crise e cada um tem de poupar para o seu bolso. Vivo num meio pequeno onde as lavandarias ficam a uns km´s de distância.
    E depois as lavandarias levam muito dinheiro pelos serviços prestados. Casei em Setembto passado e dias depois da cerimónia colocamos o vestido para lavar a seco, cobraram-me 58Euros. Não estou dentro dos valores praticados por esses serviços, mas achei muito dinheiro, e o vestido quase não tinha sujidade.

  • Sandra Batista

    Olá Monica
    Passo por cá com muita frequência mas não tenho por habito comentar. Mas hoje não podia deixar de o fazer.
    As pessoas tem uma lata, Bolas. Mas quem não gosta não é obrigado a ler nem a fazer o que a Mónica escreve.
    Para essas pessoas só posso dizer: tenham vergonha e limitem-se a ler simplesmente, caramba. Gente invejosa e má!!!!!!

    Continu Mónica e um bem haja por todas essas dicas que nos vai dando.
    Beijinhos.

  • Sónia

    Mónica, é com cada parvalhona que te aparece! Portanto se a engomadoria onde ias fechar, a culpa é exclusivamente tua! Tá bem! É que o governo e a crise mundial não têm culpa, não, vamos culpar a Mónica. E vamos culpar a Mónica porquê? Porque ela tem um blog todo catita, visitado por muita gente e de vez em quando até vai à televisão ensinar umas coisa à Júlia Pinheiro. Olha, sabes o que é isto? São umas rancorosas que não têm onde cair mortas e ficam cheeinhas de inveja de ti. Mai nada!
    beijinhos

    • Isa

      E quem fala assim não é gago! Muito bem dito.

  • Ana Paula

    Olá Mónica, muito bom dia.

    Sempre fui eu a engomar a roupa, ainda vivia na casa dos meus pais. Quando juntei os trapinhos com o meu marido ainda tive empregada em casa que passava a ferro, mas começou a ser muito esticado para o orçamento. Então agora pergunto: tirei o emprego à senhora da limpeza também, ou zelei pela minha carteira?! Não temos direito de escolha nestas situações?! Sim porque a senhora continua a ter trabalho noutros lados…
    Acho que não deve ligar nenhuma a esses comentários, porque cada um sabe de si e da sua carteira e da sua própria vida. Peço-lhe encarecidamente que continue com este mágnifico site, com as dicas que nos tem dado e deixe para trás esses comentários. Como se costuma dizer: "vozes de burro não chegam ao céu"

    Um beijinho e uma festinha no Simão

    Ana Paula Coelho

  • liliana

    Não entendo esse tipo de comentários das engomadorias…… se há pessoas que criticam por isso, então eixem de seguir o blog…. haja paciência

  • Tixa

    Gostei de teres passado a roupa e ver o CSI assim já me sinto acompanhada na tarefa sempre pouco agradável de passar a ferro.
    Quanto ao comentário que te fizeram sobre o negócio da engomadaria é ridículo! Eu comecei a fazer pão em casa e muita gente em blogs o faz e não é por isso que as padarias tão a perder clientes!
    Beijinhos

  • Ana Afonso

    Vi no programa de Tv que participastes que orientas a passar as calças jeans (canga) pelo avesso e agora neste post vi que elas estão na tua pilha de roupa a passar. Eu nunca as passo, aliás a maioria que conheço não o faz. Basta sacudi-las ao tirar do varal (estendal), alisa-las com as mãos e cabide nelas! Uma peça a menos, e aqui em casa são muitas!

  • Catarina G.

    Esse tipo de comentários está ao mesmo nível daquelas pessoas que acham que se deixarem de atirar lixo para o chão estão a contribuir para acabar com o trabalho dos varredores de ruas… E antes que caia o Carmo e a Trindade, a comparação aqui não é entre a roupa da Mónica e o lixo no chão, mas entre o absurdo que é aplicar o dinheiro em coisas que são inúteis (a engomadoria no caso da Mónica, a manutenção de empregos de varredores no meu exemplo), quando se podia aplicar em coisas mais úteis (no que entender ser melhor para ela, no caso da Mónica, e na alocação dos varredores a outras funções socialmente relevantes como por exemplo auxiliares nos hospitais, lares, escolas).

  • apequenadonadecasa

    Olá, todos nós (particulares e empresas) vamos ter de nos reinventar, vamos ter de pensar em estratégias para combater a crise, seja para ter lucro no final do mês, seja para poupanças para o "rainy day";
    Não percebo porque temos de pensar primeiro na carteira dos outros e só depois na nossa.
    Quanto ao passar a ferro, que odeio e adio o mais que posso, também não passo atoalhados – lençóis, panos de cozinha, roupa interior, certas peças que não se amarrotam … e assim despacho-me rapidamente.
    Beijinho
    Tania A.

  • Isa

    Mónica! Só te digo isto…tu deves ter um sentido de humor muito apurado e deves ser mesmo uma pessoa espectacular, a sério! Eu não sei que reacção teria se recebesse constantemente observações pouco feliz como essa! Estás a disponibilizar o teu tempo para ajudar com uma série de dicas que se calhar muitas vezes por mais que nos parece simples e fácil nunca nos lembramos e bem haja por existires e nos fazeres esses reparos todos que tanto ajudam! Quanto ao ferro eu faço o mesmo 😉 E quanto à falta de emprego da engomadoria…senhoras!! Então vamos deixar de comprar coisas de marca branca porque os senhores das marcas podem vir para o desemprego…e vamos deixar de ir tomar café e comer um croissant ao lanche porque a padaria pode fechar…e vamos também manter tudo em stand-by e ligar vários aparelhos desnecessários não vá a EDP mandar pessoal embora…e podia continuar, mas nem vale a pena! Enviem e-mail com as vossas reclamações aos senhores que nos governam a nada se privam!! Esses sim!!

    Beijinhos Mónica*

  • Henriques

    Quanto à questão de engomar convém referir que os cuidados com a roupa após a lavagem como nao deixar muito tempo a roupa na máquina permite que nao se enrodilhe tanto para depois passar, facilitando a passagem da roupa e gastanto menos tempo e energia, também um ferro de qualidade ajuda muito, os ferros a vapor são muitos bons adiantam o trabalho, acabando por economizar também no fim das contas..

  • Susana A.

    Mónica, é assim mesmo!
    Tem de existir um equilíbrio natural na economia, quando há desfasamento entre a procura e a oferta, o próprio mercado funciona de uma forma que quase parece um “ser vivo”. Isto apenas não se aplica quando existe proteccionismo por parte do Estado ou outras entidades (…):
    Henry Ford, quando iniciou a produção em série/massa de automóveis, mais precisamente o seu famoso “Modelo T”, fazia-os de tal modo célere que não havia procura ($) para tantos automóveis. Então a solução que Henry Ford encontrou para escoar a sua produção, foi aumentar o vencimento dos seus funcionários, de modo a que estes pudessem adquirir os ditos veículos!

    Sempre ouvi dizer: “ Quem não tem dinheiro não tem “vícios”! ”.

    Se todos fossemos contidos e vivêssemos dentro das nossas possibilidades, hoje em dia não estaríamos (entenda-se Portugal) nesta situação. Mas a "coisa" vai ao sítio, o pior é que pelo caminho será sempre alguém/alguma coisa sacrificada, nomeadamente não numa óptica que quem está a mais, mas sim de quem é mais fraco!

    Beijinhos e boas poupanças!!

  • Carol

    Eu só usei esses serviços na minha gravidez, pq estive TODA de cama (credo)…. agora passo eu mesma. Mas somos diferentes porque passo a ferro tu-di-nho! Pijamas esticadinhos e toalhas esticadinhas … não consigo deixar nada amarrotado. Somos todas diferentes… acho que devias publicar esses comentários também porque assim, todas nós também poderíamos responder às "engomadeiras profissionais :)) – certamente quem disse isso deve ter um estabelecimento desses … kkkkk
    Carol

  • Cidalia

    Ha realmente quem não tenha que fazer… nesse caso, o melhor era irem então gastar o seu muuiiiito dinheiro para ajudar os negocios e não gastarem o tempo a fazer comentarios idiotas… Estou contigo Mónica… poupar poupar poupar…

  • carolinaap

    Passo por aqui quase todos os dias, e já aprendi muitas coisas.Parabéns!
    Quanto ao comentário sobre as lavandarias: infelizmente e não graças a ti, vai haver muito negócio a falir porque todos nós vamos fazer muitos cortes e deixar de consumir o que considerarmos superfulo.
    Paciência, melhores dias virão temos que ter esperança.

  • PaulaS.

    Olá Mónica.
    Há que compreender duas situações:
    1ª por um lado entende-se que se prejudique um bocadinho as engomadorias
    2ª por outro lado a vida está a complicar-se de uma tal maneira que temos poupar onde nos der mais jeito

    Falo isto porque tenho também um negócio ( mas de hotelaria) e verifica-se que há uma descida de consumo, em vez de comerem lá, levam para casa e bebem o café ou o chá em casa, por exemplo. No entanto, também é mais que compreensivo,não? Gastar só no essencial e deixar os pequenos luxos de lado.De certeza que esse dinheiro irá fazer mais falta noutro lado.Tem que se poupar
    Desculpa o desabafo, mas compreendo ambos os lados, só não digo de maneira estúpida, mas (penso eu) sensata.

    Beijinhos
    PaulaS..

  • Curly

    Olá, Mónica! Costumo ler o seu blog. Aproveito para lhe dar os parabéns e lhe dizer que já me foi útil em alguns momentos!
    Em relação a este seu post, deixe lá, provavelmente essas pessoas que fizeram essa observação foram as mesmas que, quando disse que ia passar a deixar a roupa na engomadoria, disseram ou pensaram que era uma dondoca que gastava dinheiro em futilidades!
    Faz-me lembrar as pessoas que quando dizia estar muito cansada me diziam que eu tinha de pagar a uma senhora para dar uma ajuda, pelo menos de vez em quando e quando tive de cair em mim e pedir ajuda a uma senhora me olharam com aquele ar do "deves ter a mania que és rica". Beijinhos

  • Anjo-de-Mel

    Se as pessoas ñ têm nada de inteligente p dizer NÃO DIGAM!!! Estou com a Susana A. – se a maioria dos consumidores tivesse analisado a sua carteira mais cedo, as coisas ñ estariam tão complicadas em termos de crédito mal parado…A mh avó tem 77 anos e passa a maior parte da roupa a ferro, e com uma engomadoria literalmente ao lado da sua casa! E a dona ñ se chateia c ela por causa disso! Aliás, até já comentou q há pessoas q lrvam absolutamente TUDO para engomar: desde meias (!) a roupa interior e outra peças escusadas se soubessem pô-las a secar e, mais importante, as soubessem acondicionar dps de secas. Mónica, continua cm sempre, pois tens mt mais pessoas a gostarem das tuas dicas do q a criticar! Ignora essa gente e sê feliz nas tuas poupanças! Bjinhos e bom resto de semana.

  • nos2eela

    Ontem não consegui comentar aqui, não sei porquê 🙁

    Pela ordem de ideias de quem te disse isso, como temos máqs. de fazer pão, máqs. de café, etc. em casa – vai tudo fechar e ir à falência!!

    Valha-nos Santa Ingrácia 😉

    Na nossa carteira mandamos nós!!

    Beijinhos.

  • Rita

    Quando os comentadores dos blogues desatam a chamar estúpidas a todas as pessoas que não concordam com os posts começo a perder algum respeito por todos: comentadores e administradores do blogue. Lamento, mas é a minha opinião. Cada um pensa o que entender e mesmo quando gostamos de um blogue não temos de concordar com tudo, penso eu. Desde que se seja educado, não vejo qualquer problema em manifestar um ponto de vista diferente.
    Em relação às engomadorias, eu trato desse assunto em casa desde sempre. Odeio passar a ferro, mas somos só dois e sempre me pareceu desnecessário ter essa despesa. Contudo, entendo que numa família numerosa o valor que se gasta em engomadoria compensa bastante o tempo que se poupa e que se pode dedicar aos filhos, por exemplo. Compreendo que algumas pessoas considerem que o post "apelava ao boicote" (esta expressão é demasiado forte, mas não me ocorreu outra) às engomadorias e, de facto, elas asseguram o sustento de muita gente. Quando a Mónica diz que tem de olhar apenas para a sua carteira, eu concordo parcialmente. É claro que não faço despesas apenas para ajudar os outros, mas dentro das minhas despesas tento pensar em formas de colaborar para a economia nacional, quando isso não me prejudica.
    Cabe a cada um de nós olhar para o orçamento e fazer escolhas inteligentes para o gerirmos de forma adequada, respeitando as nossas prioridades.
    Este comentário não pretende ofender ninguém, é apenas mais uma opinião.
    Só para concluir, já aprendi aqui bons truques. Obrigada 🙂

    • Monica Dona de Casa

      Rita,

      Eu não chamei estupida a ninguem….

      Cada um tem direito à sua opinião e eu até publiquei o teu comentário (que acho válido) em alguns aspectos.

      Mas quando te enviam coisas do género "sua vaca, e agora o que faz a rapariga da engomadoria?" ficas um pouco chateada, não?

      Eu já estou calejada, já são 3 anos disto e com muita inveja à mistura, já me chamaram de tudo…mas quanto mais durar este site com o sucesso que tem tido é uma chapada para muita gente.

      Bj e volta sempre

      • Susana A.

        Ora lá está! E mais nada! Tal como tu dizes:
        " -Quem fala assim, não é gago!!"
        E da maneira como isto anda, que o teu blog vai de vento em popa, vai haver gente muito ruidinha!
        [By the way: muito bem!! 🙂 Quem diria que 3 anos após estarias a brilhar desta maneira? Deves ter uma estrelinha lá em cima 😉 ]
        Temos de aceitar os pontos de vista de todos, agora quando se começa com insultos… "para aí o baile!"
        Por mais razão que possa ter, esta perde-se por completo!

        Beijinhos!

  • Angelica

    Sinceramente, ha com cada uma que so visto ou neste caso so ouvido. Essa pessoa certamente deve ter muito dinheiro pra gastar pra mandar passar a roupinha toda numa engomadoria. EU tb nao passo nada que seja roupa interior, pijamas, toalhas, lençois, calças de ganga e por vezes certas peças de malha, bem dobradinhas ficam um mimo e poupamos tempo e €€€€. Depois ao sabado ou domingo (durante o horario economico)la passo o resto.
    BJos

  • Olá! Sou muito novinha nisto dos "blogues" mas já quase há um ano que sou seguidora do seu Blog (que adoro! 🙂 ). Queria dar os parabéns pela organização (quem me dera!…) e pelas dicas que vai sugerindo. Algumas têm de facto feito bastante jeito.
    Com a roupa faço mais ou menos assim. Há muita coisa que excluo, e sobretudo no Inverno tenho pouquinha coisa a passa, pelo que acaba por não ser para mim uma tarefa aborrecida.
    E é tudo… 🙂
    http://vidaloucademulher.blogspot.com/ (muito novinho-só comecei esta semana!)

  • Manuela Palma

    Olá Mónica! Há já algum tempo que escrevo sobre poupança, num pequeno jornal e há umas semanas atrás recebi excatmente o mesmo tipo de critica. Enfim…

  • Sonia Alfar

    Olá, Mónica.

    Gostaria apenas de partilhar uma medida de economia que eu uso cá em casa quando passo a roupa (a menor quantidade possível, como já fazes): se pensares bem, enquanto estás a dobrar a ropua passada o ferro está a consumir energia. Então, o que eu faço é passar várias T-shirts todas seguidas e coloco-as esticadas numa cadeira (umas sobre as outras). No final, desligo o ferro e dobro tudinho. Acho que fico bem uns 20-30 minutos a dobrar roupa, pois tenho 2 filhas pequenas. Pensa lá: são 20 minutos a menos de consumo de electricidade.
    Beijinhos e obrigada por todas as dicas que partilhas connosco.
    Sonia

  • Rute Pires

    É assim mesmo! Eu utilizo o mesmo método e a electricidade que gasto com o ferro de engomar é muito pouca. Continua assim!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *