Este fim-de-semana foi de planeamento e mudanças. Precisava de ocupar a cabeça, devido aos últimos acontecimentos com o meu pai e pus mãos à obra.

Como mencionei na semana passada (ver este post),  fui à nutricionista do ginásio e parece que levei uma paulada 🙂

Lembrei-me que em 2014 trabalhei numa Repartição de Finanças e emagreci 9 kg. Num espaço de 3 meses.

Como fiz?

Pois, lembrei-me que nessa altura alterei por completo a minha alimentação. Cortei a sério no glúten e na lactose e sentia-me muito bem. E consequentemente o peso baixou.

Quando voltei a ingerir alimentos “proibidos” e a abusar nos jantares convívio, as dores, o inchaço e o peso a mais voltaram.

E parece que me tinha esquecido desse pormenor.

Fui mesmo estúpida. Tenho de me mentalizar que não posso comer e embora não seja fácil e seja mais dispendioso, tenho mesmo que aceitar esse facto.

Imagens que partilhei na altura em que estava mesmo focada. Depois foi o descalabro.

Este fim-de-semana dei volta à despensa e ao frigorífico e “livrei-me” de algumas coisas. Coloquei entre aspas porque fiz trocas com o meu irmão, como faço com a roupa, por exemplo (ver aqui como faço a parte da roupa) e fui ao supermercado com o dinheiro que o meu irmão me deu, comprei produtos diferentes e fiz pão, fiz sopa sem batata e mudei a minha alimentação.

Peguei no pc e pesquisei sobre o assunto, peguei nos livros de culinária e elaborei listas, enfim deu-me uma trabalheira mas sei que é benéfico para mim.

Estava com tempo para mim e aproveitei-o ao máximo.

Como já me pediram muitas vezes, hoje ainda publico um post sobre o que como diariamente. Desde o pequeno-almoço até me deitar. E se tiverem alguma dúvida, façam o favor de perguntar e todas as ajudas são úteis e eu agradeço imenso.

Related Posts with Thumbnails