Search here...
TOP
Coisas Minhas

Update da dieta #42 – Magra e Doente!

Gosto muito de fazer estes posts.

Não só para lembrar-me que a luta continua, mas mais do que isso para fazer com que eu descubra alternativas para, e como vos mencionei no post anterior sobre este tema, ser feliz durante o processo, não ter a obrigatoriedade de ser fit e magra e todas essas coisas que não têm muito a ver comigo.

Andei a organizar fotografias antigas e descobri a que mostro em cima, que é de 2004. Tinha 31 anos.

Estava bem mais magra. E a razão porque estava assim, era porque estava doente. Com uma anemia daquelas bem grandes e cheguei aos 42 kg.

Não tinha forças, não tinha energia, sentia-me mal e a auto-estima estava bem em baixo. Porque simplesmente queria ser magra e o resto não interessava

Não quero voltar a estar doente.

Quero ser feliz.

Isso é pecado?

Related Posts with Thumbnails

«

»

3 COMMENTS

  • Ana

    Tem que se sentir feliz como é, e isso é o mais importante. Beijinho

  • MJR

    Não querida, não é pecado!! devia ser a nossa principal ambição.

    Gorda, magra, alta, baixa, com cabelo ondulado ou liso, pintado ou natural o importante é sentirmo-nos bem com quem somos e deitarmo-nos á noite sem remorsos e com a consciência tranquila.

    Beijinhos Mónica.

  • Vânia

    Infelizmente a maioria das pessoas não se sente bem com a pessoa que é devido ao papel que a sociedade tem nesse aspecto. Ou porque somos magras, gordas, brancas, celulite, temos cabelo espigado, temos uma unha partida….
    O que importa é te sentires bem como és e o resto é "treta". Além de que acho que estás bastante bem (mas pomos sempre defeitos, não é?).
    O meu problema sempre foi o "ser magra"; ouvia da família "vais voar com o vento", "nem cu tem para as calças". Hoje em dia estou no peso ideal (e ainda penso em comer cerelac para engordar –), e agora o discurso mudou: agora é por ser branca…
    Sinto-me bem comigo e não me afectam essas boquinhas completamente dispensáveis.

    Mudando de assunto :): eu sou completamente apaixonada por fotografias e álbuns físicos, algo raro nos dias de hoje. Por isso comecei a aventurar-me no scrapbook, que adoro. Também usas álbuns de fotos? Podes mostrar?

    Beijinho grande de uma atenta seguidora do teu blog,
    Vânia

Responder a Vânia Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *