so_que_nao

Quando fiz este post, recebi alguns e-mails e até comentários de pessoas que conheço a perguntar o porquê de não colocar qualificações no curriculum mesmo sem as ter.

Ou seja, mentir!

Não!

Não faço isso. Nunca fiz nem vou fazer. Aliás, até escondo cursos que tenho, porque não me sinto minimamente preparada para fazer essa tarefa.

Dou-vos um exemplo.

Tirei um curso de Alemão em 2013. E não consta do meu curriculum.

Porquê? Porque não aprendi o suficiente, para conseguir falar ou escrever nessa língua. Fiquei com o básico e acho que não iria fazer um bom trabalho. Acreditem que já recusei propostas em que tinha que ter conhecimentos em alemão, mas acho que tomei a decisão certa. Não iria conseguir fazer o trabalho e prefiro assim.

Não mostrar mais do que sou.

Até porque mentir num curriculum não compensa.

Para recrutadores experientes, basta fazerem uma pergunta ou um pequeno teste para verem que a pessoa está a mentir.

Não vai conseguir o que pretende a longo prazo. Mesmo que consiga o emprego, quando tiver que fazer essa tarefa, vai resolver o problema como?

Essa solução nunca é a mais fácil. Sei o que é procurar emprego e levar com muitas portas na cara, mas fingir que sou mais qualificada do que realmente sou, não é uma boa política.

Esta minha atitude é estúpida para algumas pessoas (já me disseram isso), mas para mim que gosta de fazer um bom trabalho, é a única que me agrada.

Até porque mudei. Mudei como pessoa e gosto muito mais desta Mónica.

Related Posts with Thumbnails