Quando li a história da Michelle McGagh’s, ver o artigo aqui, lembrei-me que eu própria vivi uns bons tempos da mesma maneira.

Só quem passa por dificuldades é que pode dar valor, e pode habituar-se a imensa coisa que nunca pensou que conseguiria.

Ela conseguiu poupar um bom dinheiro mas eu como estava desempregada e a receber um misero subsidio, era impossível conseguir o mesmo feito.

Mas depois vem a outra parte.

Quando estás cheia de problemas, quando tens contas para pagar e não consegues, quando estás a entrar em depressão, quando queres mas o teu corpo não reage, não é tão fácil atingir objectivos.

Consegue-se viver sem ir ao café, sem comprar roupa, sem comprar sapatos, sem almoçar/jantar fora, sem ir ao cabeleireiro, sem comprar maquilhagem, mas a nossa cabeça e falo de pessoas que têm problemas reais, porque ela não esteve um ano sem estes “pequenos luxos” porque não teve outra hipótese, no caso dela, foi um desafio. É bem diferente.

Eu como mencionei neste post, preciso de convívio. Preciso de arejar para conseguir trabalhar e pagar as contas. Eu preciso de ver gente, preciso de um mimo de vez em quando para conseguir olhar ao espelho e conseguir ter forças para enfrentar os dias difíceis. E eu tenho alguns, para não dizer muitos.

A depressão é um assunto bem real, não julguem sem saber o que vai lá dentro.

Fica a dica!

Related Posts with Thumbnails