images

Com esta crise a população teve que organizar as contas e a maneira de viver.

Eu como já devem saber estou à procura de emprego e minha vida mudou radicalmente.

Viver com dinheiro contado, fazer opções (muitas vezes), deixar para o mês seguinte compras muito necessárias, deixar para trás consultas, passou a fazer parte do meu dia-a-dia.

Aprendi a viver com o que tenho. Não é fácil mas tornou-me numa pessoa muito diferente (para melhor).

Acabou-se as esquisitices. Tenho prioridades na minha vida neste momento. E quero cumpri-las.

Tive que fazer muitas cedências e dou-vos vários exemplos para verem que é possível reduzir e cortar certos hábitos (por muito difíceis que possam parecer).

– Acabou-se as compras na Amazon (livros e dvd’s).
– Cancelei o ginásio (por muito bem que fizesse às minhas costas), não dá para suportar essa despesa (passei a fazer caminhadas e corridas ao ar livre).
– Acabou-se férias fora de casa (nem fins-de-semana).
– Cinema e teatro só com convite (obrigada Mimosa e Yellow Star Company).
– Aproveitar todos os descontos possíveis e imaginários.
– Deixei de comer certos alimentos. Passei a fazer refeições de sopa, refeições com sobras e ingredientes económicos.
– Penso muito bem antes de gastar qualquer cêntimo.
– Vendo acessórios e roupa que tenho a mais.
– Deixei de ter carro.
– É raro comprar roupa.

Entre outras coisas.

Por isso digo-vos que é possível fazer das tripas coração (este ditado assenta que nem uma luva).

Mas penso sempre que isto é uma fase, que melhores dias virão!

Related Posts with Thumbnails