Mónica, Lisboa, Portugal
Arquivo
Translater
    Translate to:

O meu Simão
Marca Registada!

marca registada
Resposta aos E-Mails
Sábado e Domingo
Ajude os Animais!
Imagens!
Algumas das fotos deste Blog são retiradas da internet, se alguém tiver os direitos de autor, é só me enviar um mail que eu retiro...as minhas podem utilizar se possível com o link para aqui.
Escolhe o dia!
Novembro 2017
STQQSSD
« Out  
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 
O que ando a ler!!!

Archive for the ‘Cozinhar’ Category

O Meu Refúgio Culinário: Tarte de Morangos, com Creme de Pasteleiro em Massa Folhada!

Terça-feira, Novembro 21st, 2017

 

Hoje a  Mary Soliani do blog “O Meu Refúgio Culinário” traz-nos uma tarte de morangos.

De babar e muito simples de fazer.

Ingredientes:

1 Placa de Massa Folhada

Creme de Pasteleiro

Morangos q.b.

Preparação:

No dia antes de servir a tarte, colocar a massa folhada no forno, durante uns 15 a 20 minutos (até folhar/crescer).

Depois de acabar o tempo, desligar o fogão.

No dia seguinte, preparar o creme de pasteleiro e cobrir toda a massa folhada.

Decorar com morangos.

Bom apetite!

Também podem encontrar a Mary no Facebook e também no Instagram

O Meu Refúgio Culinário – Peixe Assado com Batatas!

Quarta-feira, Novembro 15th, 2017

 

Hoje a  Mary Soliani do blog “O Meu Refúgio Culinário” traz-nos um peixe no forno. Adoro peixe e vou com certeza experimentar.

Ingredientes:

2 Peixes Vermelhos Congelados

4 a 5 Batatas Pequenas

Polpa de Tomate

Salsa (Aromáticas Vivas)

Sal q.b.

Alho Picado

Azeite q.b.

(Antes do forno)

Preparação:

Colocar os peixes vermelhos, num pirex. Descascar as batatas e cortar ao meio e deitar entre o peixe. Regar com azeite e polpa de tomate.

Temperar com sal e alho a gosto. Envolver mesmo com mãos.

Colocar um raminho de salsa entre o peixe.

Deitar no forno pré-aquecido a 180º, durante uns 35 a 40 minutos.

A meio da cozedura, virar o peixe e as batatas, para cozer uniformemente.

Bom apetite!

Também podem encontrar a Mary no Facebook e também no Instagram

Dicas para cozinhar bolos!

Quinta-feira, Outubro 26th, 2017

De vez em quando eu faço um bolo para o meu pai. Ele gosta e é um mimo que me dá muito prazer.

Ultimamente tenho feito menos porque a disposição não é a mesma mas este fim-de-semana vou fazer um, mesmo como o meu pai gosta para o animar.

Aqui têm dicas e truques para bolos.

Alguns são básicos mas há sempre alguém que não sabe. Ninguém nasce ensinado.

– Bolo cozido

Para saber se o bolo já está cozido, introduza uma agulha ou palito; ao retirá-los verifique se tem massa.

Se assim for, necessita de cozer mais um pouco. Caso contrário, pode retirá-lo do forno.

– Doces citrinos

Raspe a casca de um citrino e junte-lhe um pouco de açúcar.

Quando confeccionar um bolo, acrescente este ingrediente para aromatizar.

– Escolher chocolate

Na confecção de pastelaria, prefira o chocolate mais rico em cacau.

Nas mousses ou nos molhos, opte pelo fino amargo ou extrafino.

– Congelar sem cremes

Cubra os bolos sem creme com papel de alumínio, coloque-os num saco de plástico e congele.

Conservam-se em perfeitas condições até seis meses, e devem descongelar-se à temperatura ambiente.

– Enrolar tortas

Esta tarefa torna-se muito mais fácil recorrer à ajuda de um pano de cozinha.

Enrole-a ainda quente, para que não se parta.

Receita: Pão de Arroz sem Glúten!

Terça-feira, Outubro 24th, 2017

No fim de semana passado tive três prioridades.

Eu, dar mimos ao meu Simão e dar apoio ao meu pai.

No tempo que ele esteve com o meu irmão, eu estive em casa a tratar da minha mudança na alimentação e a fazer o que mais gosto (vi horas de snooker na TV) 🙂

Fiz esta receita de pão de arroz e fiquei surpreendida com o resultado.

Parece massa para bolo mas fica um pouco mais grossa.

E o resultado é:

Ficou muito bom 🙂 Diferente!

Cortei em fatias e coloquei as doses em sacos para quando precisar. Como só conto comer pão ao pequeno almoço, vou retirando as fatias (mesmo que congeladas) e coloco na torradeira.

Agora vou testar fazer pão com outro tipo de farinha, sempre sem glúten claro.

Ingredientes para a quantidade que está na imagem:

2 chávenas de farinha de arroz (eu usei a da Ceifeira)

1 chávena de leite (sem lactose)

2 colheres de sopa de azeite

1 colher de fermento para bolo (usei o sem glúten)

3 ovos

Uma pitada de sal

Preparação:

Juntei todos os ingredientes num recipiente (à excepção do fermento).
Misturei tudo muito bem com a batedeira e depois à mão acrescentei o fermento.
Pus o preparado numa forma (untada com creme vegetal e farinha de arroz) e levei ao forno. Foi mais ou menos 30 minutos (fiz o teste do palito).
Deixei arrefecer e cortei às fatias.

Receitas Económicas/Marmita #7

Segunda-feira, Outubro 23rd, 2017

Digo-vos que esta receita está no Top 3 das receitas mais deliciosas que fiz com sobras 🙂

Fiquei com vontade de comer tudo.

Mas vamos por partes, que desta vez tirei imensas fotos.

Tinha umas sobras de frango assado no frigorífico e não me apetecia estar a fazer Frango à Brás e por causa disso decidi inventar.

Salteei o frango com cebola, um fio de azeite e especiarias (alho em pó, pimenta e salsa), cozi 2 batatas doces e reduzi-as a puré (com um pouco de leite sem lactose).

Coloquei uma camada de batata doce num recipiente de ir ao forno e coloquei o frango por cima.

Achei que deveria incluir legumes e por isso cozi cenouras e uns brócolos e coloquei por cima do frango.

Depois adicionei a outra camada de batata doce e…

pincelei com gema de ovo e levei ao forno por uns minutos.

Deu para 4 marmitas.

Uma DELICIA!

A repetir com toda a certeza.

Façam e não se vão arrepender 🙂

Cozinhar em quantidade: Organização em sacos!

Segunda-feira, Outubro 23rd, 2017

Já tinha mencionado aqui no site que cozinho em quantidade para congelar. Acho que é uma óptima maneira para poupar tempo e dinheiro.

Há dias que venho cansada e prefiro mil vezes ir para o ginásio do que enfiar-me na cozinha a fazer comida, embora goste muito de cozinhar.

Eu coloco tudo em caixas herméticas, mas tenho andado a cuscar pela internet soluções para economizar espaço (já que tenho um congelador pequeno) e vejo muito o armazenamento em sacos.

Aqueles próprios para congelar, com fecho.

Mas, confesso que faz-me um pouco de confusão armazenar comida desta maneira. Fico com a sensação que a comida vai estragar-se ou o saco vai rebentar e suja o congelador.

E estragar comida é coisa que não quero, mas que estou curiosa, isso estou.

O que acham?

Alguém já congelou comida desta maneira? Eu acho uma maneira incrível para poupar espaço 🙂

Não estou a falar de legumes. Legumes eu coloco em sacos. Estou a falar de comida confeccionada.

Vá, contem-me tudo.

Cozinhar: Amaciar carne!

Quarta-feira, Outubro 4th, 2017

Como já mencionei aqui no site, um dos meus desejos é deixar de comer carne.

Cada vez é mais difícil comer carne.

É raro comer, mas de vez em quando ainda como e depois sinto-me culpada.

Adoro animais e se adoro animais acho que não os devo comer.

Existem tantas alternativas…

Mas sei que muitas pessoas comem e vão continuar a comer, por isso tenho algumas dicas para amaciar a carne.

Aqui estão elas:

– De véspera, tempere a peça com uma mistura de iogurte natural, pimento e cominhos.

– Experimente colocar, por cima, algumas fatias de papaia e deixar repousar, durante algum tempo.

Este fruto possui uma enzima, que torna a carne mais tenra e macia.

– Ao prepará-la, junte um pouco de vinagre e conhaque ao caldo da cozedura e deixa cozinhar, durante uns minutos.

– Para que não fique rija depois de assada, unte-a com mostarda, uma hora antes de ir ao forno. Para além de dar-lhe um sabor agradável, ficará mais macias.

Espero que vos sejam úteis.

O Meu Refúgio Culinário – Cheesecake de Maracujá!

Terça-feira, Outubro 3rd, 2017

 

Hoje a  Mary Soliani do blog “O Meu Refúgio Culinário” traz-nos uma sobremesa. E pelo aspecto, deve ser uma delicia.

Ingredientes:

1 Pacote de Bolacha Maria + Vaqueiro Líquida (para a base)

1 Pacote de Natas

1 Embalagem de Queijo de Barrar (pode ser Filadélfia ou marca branca)

1 Lata de Leite Condensado

5 Folhas de Gelatina

1 Iogurte de Maracujá

Compota de Maracujá

Preparação:

Colocar a bolacha na picadora e picar todo o pacote.

Depois colocar a bolacha moída numa bacia e adicionar um bocadinho vaqueiro líquida. Mexer bem.

Colocar esta base, numa forma de aro amovível e reservar.

Na batedeira, bater as natas (batidas até obter o ponto de chantilly).

Acrescentar o leite condensado, o queijo, o iogurte e mexer sempre. Numa malga deitar um bocadinho de água a ferver e colocar as folhas de gelatina a demolhar.

Mexer bem e adicionar ao preparado anterior.

Continuar a bater bem durante uns 3 a 4 minutos e adicionar uma colher de compota de maracujá.

Deitar este preparado na forma, por cima da bolacha.

Levar ao frigorífico, umas horas (eu fiz no dia anterior, para servir no dia seguinte ao almoço).

Antes de servir colocar por cima a compota de maracujá.

Bom apetite!

Também podem encontrar a Mary no Facebook e também no Instagram

Dicas Úteis – Ovos!

Segunda-feira, Outubro 2nd, 2017

Aqui estão algumas dicas muito úteis para ficarem a saber tudo ou quase tudo sobre os ovos.

– Verifique o grau de frescura dos ovos colocando-os numa tigela funda com água fria. Se subirem até à superfície, deite-os fora ( o ar atravessa a casca dos ovos velhos e torna-os mais leves ).

– As claras que sobram podem conservar-se no frigorífico até sete dias, se as cobrir com película aderente.

– Não ponha ovos frios em água quente, pois fá-los rachar. Em vez disso, ponha-os em água fria ou morna e leve ao lume a levantar fervura.

– Para cortar os ovos cozidos na perfeição, mergulhe a faca em água a ferver.

– Lembre-se de que a gema de ovo mancha a prata. Não deixe que entre em contacto com os seus melhores talheres.

– Os ovos devem estar à temperatura ambiente antes de serem cozinhados.

Por isso, tire-os do frigorífico ou do lugar fresco onde os guarda cerca de trinta minutos antes de os usar.

Dicas & Truques – Cozinhar!

Quarta-feira, Setembro 27th, 2017

Mais umas dicas que são sempre úteis para quem cozinha diariamente.

– Enchidos

Para que os enchidos não fiquem rijos, envolva-os num pano embebido em água e leite e deixe ficar de um dia para o outro.

– Carne Assada

Se quiser cortar a carne assada em fatias finas, deixe arrefecer primeiro antes de cortar. Vai ver que torna a tarefa mais fácil.

– Frango Suculento

Se quiser que o frango fique suculento, misture um pouco de fermento em pó no tempero e vai ver que ele não fica seco.

– Clara de Ovo

Se for só usar a gema do ovo, congele as claras. É um alimento que aguenta bem no congelador e assim pode usar em outra receita.

– Calamares

Para que os calamares fiquem apetitosos, coza-os antes de os fritar.

Bons cozinhados!

O Meu Refúgio Culinário – Quiche de Cogumelos, Queijo, Fiambre, Azeitonas e Ervilhas,…..!

Terça-feira, Setembro 26th, 2017

Hoje a  Mary Soliani do blog “O Meu Refúgio Culinário” traz-nos uma receita que dá para aproveitar o que tiver no frigorífico, já que desperdiçar é palavra proibida..

Estou desejosa para experimentar 🙂

Ingredientes:

1 Embalagem de Massa Folhada
1 Copo de Leite
3 Ovos
2 Fatias de Fiambre
2 Queijinhos ” A Vaca que Ri”
1 Lata de Cogumelos das Pequenas
1 Pitada de Sal
1 Lata das Pequenas de Azeitonas
Ervilha q.b. (já cozidas)

Preparação:

Estender a massa folhada, colocar os cogumelos, azeitonas, as fatias de fiambre, cortado aos bocadinhos, o queijo também aos bocadinhos e as ervilhas, previamente cozidas.

Deitar o leite, com os ovos batidos e o sal num copo e mexer bem.

Colocar por cima de todos os ingredientes.

Se quiser pode colocar um bocadinho de maionese e ketchup por cima para dar mais sabor.

Levar ao forno a 180º, previamente aquecido, até ficar douradinha e a seu gosto.

Bom apetite!

Jantares Convívio #8 – Há sempre maneira!

Quinta-feira, Setembro 14th, 2017

Há sempre maneira de haver convívio com os amigos sem gastar muito dinheiro.

A marmita que vos mostro em cima, fiz para levar para um jantar em casa da minha melhor amiga.

Ela preferia sushi, outra amiga pensou em frango assado e como as finanças estavam em baixo, pensamos que cada uma levava a sua própria comida e/ou takeaway e não havia trabalho a cozinhar.

Para mim, como a opção takeaway ficava mais cara, fui ver o que tinha no frigorífico e fiz um lombo de salmão no forno com batata doce, brócolos e um restinho de camarão que tinha no congelador.

Uma delícia! 😉

Há sempre maneira.

Temos é de ser criativos.

O Meu Refúgio Culinário – Medalhões de Pescada no Forno com Bechamel!

Terça-feira, Setembro 12th, 2017

 

Hoje a  Mary Soliani do blog “O Meu Refúgio Culinário” traz-nos uma receita de peixe.

Uma óptima alternativa para comer pescada. Eu adoro pescada! 🙂

Ingredientes:

4 ou 5 Batatas Médias

1 Embalagem de Medalhões de Pescada

1 Pacote pequeno de Bechamel

Azeite ou Óleo (como preferirem)

Meia Cebola

Alho Picado

Leite q.b.

Sal

Queijo Ralado

Preparação:

Cortar as batatas aos quadradinhos e colocar numa sertã/frigideira a fritar.

Num tacho colocar os medalhões a cozer em leite (ficam mais macios e tenros), deixar até começar a ferver.

Numa outra sertã/frigideira, colocar um fio de azeite ou óleo, a cebola e o alho bem picadinho.

Assim que a cebola ficar translúcida, juntar os medalhões, partidos aos bocadinhos e mexer.

Juntar aos medalhões, as batatas já fritas e temperar a gosto.

Mexer bem.

Assim que tudo estiver bem cozinhado (vão notar a diferença da cor dos medalhões), deitar tudo num pirex.

Colocar por cima, o bechamel e o queijo ralado.

Levar a forno pré-aquecido a 180º, durante uns 15 minutos.

Bom apetite!

Também podem encontrar a Mary no Facebook e também no Instagram

Espero que gostem!

O Meu Refúgio Culinário – Tarte Salgada de Nabiças!

Terça-feira, Setembro 5th, 2017

 

Hoje a  Mary Soliani do blog “O Meu Refúgio Culinário” traz-nos uma tarte. É uma óptima maneira de adicionar legumes à refeição.

Vou testar para ver como corre.

Ingredientes: 

1 chávena de leite
1/4 de chávena de azeite extra-virgem
1 ovo
1 colher de sopa de Cebolinho* picado – Aromáticas Vivas
1 chávena de farinha de trigo
1/2 chávena de farinha de milho
1 colher de chá de fermento em pó
100 g de queijo ralado (utilizei mozzarella)
2 chávenas de nabiças picadas grosseiramente
Sal e pimenta q.b.

Preparação:

Numa taça, misturar o leite, o óleo, o ovo e o cebolinho. Mexer bem.

Noutra taça, juntar as farinhas, o fermento, o queijo, as nabiças e envolver.

Juntar as misturas, mexer e verter para uma forma de tarte.

Vai a cozer em forno quente até dourar, 30 minutos +/-, em forno pré-aquecido a 180ºC

Acompanhar com uma simples salada de tomate, ou até mesmo com sopa.

Bom apetite!

Também podem encontrar a Mary no Facebook e também no Instagram

Espero que gostem!

Dicas & Truques – Cebolas e Alhos!

Quinta-feira, Agosto 31st, 2017

Os alhos e as cebolas sempre foram ingredientes essenciais nos meus cozinhados. Uso bastante, até porque adoro uma boa cebolada.

Como gosto de aprender e sou curiosa por natureza, tenho estas dicas que partilho com vocês:

Ora atentem:

– Cortar cebola sem lágrimas

Eis um problema para mim. Chorava baldes de lágrimas antes de aplicar as seguintes dicas.

Antes de picar a cebola, deixe de molho em água durante algum tempo.

Corte um limão com a faca que vai cortar a cebola. O sumo que escorre pela lâmina evita as lágrimas.

E por fim molhe as mãos, a cebola e a faca antes de começar a picar e adeus lágrimas.

– Descascar Alhos

Mergulhe os alhos num recipiente com água durante 20 minutos. Depois escorra a água e descasque os dentes, que estarão com as cascas totalmente soltas.

Dê uma pancada no alho com a faca virada de lado. A casca descola-se e pode tirá-la com a mão.

Pode também colocar os alhos no microondas durante uns segundos. A casca solta-se com muita facilidade.

O Meu Refúgio Culinário – Palmieres de Azeitona e Queijo Parmesão !

Terça-feira, Agosto 29th, 2017

 

Hoje a  Mary Soliani do blog “O Meu Refúgio Culinário” traz-nos uma diferente.

Vou testar para ver como corre.

Ingredientes:

1 base de massa folhada rectangular
Azeitonas pretas sem caroço
Queijo parmesão q/b
Azeite q/b
Alho (2 dentes)
Pimenta preta q/b
Oregãos
Tomate cereja

Preparação Bimby:

Coloque no copo da Bimby as azeitonas fio de azeite,a pimenta preta  e o alho triture 10 seg./ vel. 5 baixe o que fica na paredes do copo e repita o processo. Vai ficar uma espécie de papa, espalhe na massa folhada, enrole metade para cada lado a fazer o palmier.

Corte com cerca de 1 cm de espessura e leve ao forno 170Cº por 20 minutos ou até ficarem douradinhos a gosto. Deixe arrefecer ou sirva ainda mornos.

Acompanhe com uma salda de tomate cereja azeitona e queijo.

Preparação Modo Tradicional:

Coloque as azeitonas fio de azeite, a pimenta preta  e o alho num robot de cozinha (ou então pique tudo muito bem picadinho) Até ficar uma espécie de papa, espalhe na massa folhada, enrole metade para cada lado a fazer o palmier.

Corte com cerca de 1cm de espessura e leve ao forno 170Cº por 20 minutos ou até ficarem douradinhos a gosto. Deixe arrefecer ou sirva ainda mornos.

Acompanhe com uma salda de tomate cereja azeitona e queijo.

Bom apetite!

Também podem encontrar a Mary no Facebook e também no Instagram

Espero que gostem!

O Meu Refúgio Culinário – Bacalhoada de Pimentos com Couscous !

Sábado, Agosto 26th, 2017

 

Hoje a  Mary Soliani do blog “O Meu Refúgio Culinário” traz-nos uma receita que vou colocar na minha lista porque adoro bacalhau.

Ingredientes:

2 Postas de Bacalhau Grandes

1 Cebola

Polpa de Tomate q.b.

250g (aproximadamente) de Couscous

250 ml de Água a Ferver

1 Colher de Sopa de Óleo + 1 bocadinho (para refogar o bacalhau)

Sal q.b.

Salsa Picada – Aromáticas Vivas

Preparação do Couscous (conforme indicações da embalagem):

Num fervedor eléctrico colocar a medida da água e deixar ferver.

Numa panela colocar o óleo, o sal a gosto e o couscous.

Assim que a água estiver fervida, colocar por cima do couscous, mexer com um garfo e tapar o tacho.

Deixar assim tapado, pois a água vai evaporar e o couscous vai cozer em forma de vapor, pois incha e fica cozido.

Preparação do Bacalhau:

Num wok, ou numa sertã/frigideira alta, colocar a cebola e o óleo, para fazer um refogado.

Ir mexendo, até a cebola ficar dourada. Assim que a cebola começar a estalar, deitar a polpa de tomate e mexer.

Colocar o bacalhau e mexer de vez em quando, até ficar cozido uniformemente.

Juntar o pimento vermelho e verde (cortados aos cubinhos), mexer novamente e temperar com sal a gosto.

Deixar mais uns 5 minutos +/- e desligar o fogão.

Num pirex colocar o couscous e por cima o bacalhau com os pimentos.

Deitar umas folhinhas de salsa picada, em cima.

Bom apetite!

Também podem encontrar a Mary no Facebook e também no Instagram

Espero que gostem!

Receitas Económicas/Marmita #6

Quinta-feira, Agosto 24th, 2017

Fui ao congelador e não tinha marmitas já preparadas.

Fiquei mesmo chateada porque não me apetecia cozinhar.

Entendem agora porque dá imenso jeito ter refeições já preparadas para estes dias?

Abri o frigorífico e vi que tinha um resto de frango assado dentro de uma caixa hermética.

Pensei logo em inventar qualquer coisa, porque o frango é muito versátil e é um dos meus alimentos favoritos.

Vi também que tinha um tomate para salada que já estava um pouco maduro e peguei nele.

Fui ao congelador e tirei uma mão cheia de brócolos e pus tudo na bancada da cozinha.

Na despensa tinha uma batata doce e uma cebola média.

Fiz um refogado com a cebola, juntei o tomate e os brócolos previamente cozidos, especiarias, cozi as batatas à parte e voilá 🙂

Duas marmitas em 20 minutos.

Se tivesse já refeições prontas no congelador não ia perder este tempo, mas fiquei muito contente com o resultado. Estava uma delicia.

Mais uma refeição a repetir.

O Meu Refúgio Culinário – Arroz de Marisco!

Quarta-feira, Agosto 23rd, 2017

 

Hoje a  Mary Soliani do blog “O Meu Refúgio Culinário” traz-nos uma receita que vou experimentar no próximo fim-de-semana.

Tenho um restinho de camarão, delicias do mar e berbigão no congelador e Arroz de Marisco parece-me uma óptima opção.

Ingredientes:

1 ou 2 Cocktail de Marisco (há nos supermercados embalagens com vários tipos de marisco)

Palitos de Delícias do Mar

Camarão (para enfeitar o prato)

Polpa de Tomate

Colorau

Sal q.b. (pode substituir por caldo knorr marisco ou até mesmo preparado de sopa de marisco, mas isso fica ao gosto de cada um)

Meia Cebola

1 Dente de Alho, 1 Folha de Louro e Piri-piri (pouco)

Óleo (eu prefiro azeite)

Água

Arroz (o truque para não fazer, nem a mais nem a menos são duas mãos cheias de arroz por pessoa)

Preparação:

Num tachinho fazer um estrugido/refogado com cebola e alho partidos aos bocadinhos.

Colocar um fiozinho de óleo ou azeite.

Assim que a cebola e o alho começar a estalar e a lourar coloca-se um bocadinho de água.

Quando a água ferver deita-se a polpa de tomate, a folha de louro e mexe-se.

Deita-se o cocktail de marisco (previamente passado por água) e os palitos de delícias cortados aos bocadinhos.

Deixamos a cozer durante uns 5 a 8 minutos.

De seguida, deitamos o arroz, o colorau, o piri-piri e o sal.

Acrescentamos mais um bocadinho de água, mexemos bem e deixamos a cozer durante uns 10 a 15 minutos.

O arroz tem que ficar todo coberto pela água, para ficar depois com aquele molhinho “maravilhoso”.

Bom apetite!

Também podem encontrar a Mary no Facebook e também no Instagram

Espero que gostem!

O Meu Refúgio Culinário – Salmão com Delícias à Brás !

Quarta-feira, Agosto 16th, 2017

Hoje a  Mary Soliani do blog “O Meu Refúgio Culinário” traz-nos uma receita que estou desejosa por experimentar, já que adoro tudo o que seja à brás.

Salmão com Delicias à Brás.

Ingredientes:

1 Medalhão de Salmão Grande (óptimo porque não tem espinhas)

Meia Cebola das Pequenas

Azeite

Alho

5 “Palitos” de Delícias

1 Pacote de Batata Palha

Sal (pouco porque a batata já tem muito sal)

5 Ovos (pequenos, mas se forem grandes, basta 2 ou 3)

Preparação:

Numa sertã/frigideira colocar o fio de azeite, a cebola picada e o alho picado.

Assim que a cebola ficar mole, juntar o salmão, partido aos bocadinhos.

Ir mexendo bem. Adicionar as delícias, também partidas aos bocadinhos. Mexer mais um bocadinho, até ficar “cozido”.

Juntar a batata palha e ir mexendo, cuidado para não torrar. Assim que a batata ficar mole, deitar por cima os ovos batidos (com um bocadinho de sal). Eles vão ficar, como os ovos mexidos simples.

Temperar com um bocadinho de sal (pouco e sem exageros).

Servir com salsa picada.

Bom apetite!

Também podem encontrar a Mary no Facebook e também no Instagram

Espero que gostem!

Related Posts with Thumbnails
Pesquisa
Agenda – Livro

Livro-Agenda

À venda a partir do dia 18/11/2015Comprar livro
O Meu Livro

Livro à venda nas livrarias, papelarias, nos hipermercados e CTT

Veja o video

Spartoo
Niwite
Ellas
Unik
A Festa na Hora
Facebook

Canal no You Tube

Instagram

Pinterest

Twitter

Dica da Semana

Dica da Semana

No dia-a-dia:

- Pratique a regra dos 30 minutos. Vai ver que a sua vida melhora.


A Dona de Casa Perfeita - 2008/2016 - Alojado por tetoOnline