Sempre fui menina de ter segredos. Coisas só minhas. Pensamentos e acontecimentos que não conto a ninguém, nem às pessoas mais próximas. Já cometi esse erro e aprendi a lição. Há mesmo muita coisa que só eu sei e a outra pessoa (se for o caso).

No outro dia e em conversa com uma amiga, a palavra “drama” e “dramática” foram mencionadas umas quantas vezes em menos de 5 minutos. Senti-me desconfortável.

“Dramas” ou desabafos como eu os prefiro chamar que podia ter guardado para mim e não o fiz.

Nada de muito importante. Apenas acontecimentos parvos. Mas escusava de ouvir aquelas palavras de que não gostei.

Fez-me pensar que não devo dar importância a certas coisas e mais importante, fez-me ver que não devo falar sobre elas.

E ontem durante uma consulta, a médica disse-me exactamente o mesmo e nem sequer sabia o que tinha acontecido. Sem saber acertou em cheio 🙂

Depois conto-vos sobre a consulta e o meu estado de saúde actual. Nada de grave mas que afecta e muito a minha vida e o meu dia-a-dia.

Por isso, aqui vai o conselho do ano:

Não dê importância a certas coisas e a pessoas que não merecem.

Related Posts with Thumbnails