Mónica, Lisboa, Portugal
Arquivo
Translater
    Translate to:

O meu Simão
Marca Registada!

marca registada
Resposta aos E-Mails
Sábado e Domingo
Ajude os Animais!
Imagens!
Algumas das fotos deste Blog são retiradas da internet, se alguém tiver os direitos de autor, é só me enviar um mail que eu retiro...as minhas podem utilizar se possível com o link para aqui.
Escolhe o dia!
Novembro 2017
STQQSSD
« Out  
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 
O que ando a ler!!!

Archive for the ‘Beleza’ Category

Organize o seu Kit de Maquilhagem!!!

Domingo, Novembro 19th, 2017

Acho que, para além de sermos donas de casa, somos mulheres, e não nos devemos esquecer disso.

Por isso por vezes, ter tempo para escovar o cabelo ou fazer uma maquilhagem completa pode ser um desafio.

Mas, aos 30 e muitos  ir de cara lavada já não é opção. Tento estar sempre arranjada – mas no mínimo de tempo possível.

Eu fiz o meu kit de maquilhagem e reduzi imenso, ficando apenas com os dez produtos que acho essenciais.

1 – Base

2 – Corrector

3 – Pó (embora raramente coloque)

4 – Lápis de Sobrancelhas (tenho uma falha no lado esquerdo)

5 – Eyeliner

6 – Sombra de Olhos

7 – Blush

8 – Lápis de Lábios (embora raramente coloque)

9 – Baton

10 –Rimel

E vocês o que é que têm na vossa bolsa de maquilhagem?

Lima Limão Consultoria de Imagem!

Quarta-feira, Novembro 15th, 2017

Mais uma rubrica da Lima Limão – Consultoria de Imagem com o tema:

5 questões a responder antes de comprar uma nova peça de roupa

Usar uma abordagem minimalista na construção do seu guarda-roupa irá simplificar a maior parte do processo, exceto uma tarefa: as compras. Comprar uma nova peça de roupa será automaticamente mais complicado. A questão é que depois de ter investido o seu tempo na definição do que pretende ter no seu armário de forma a praticar um consumo mais consciente e saber como e onde vai gastar o seu orçamento, a oferta de peças que preencham tais requisitos irá diminuir drasticamente. Pelo que, é perfeitamente aceitável que, ao início, se sinta um pouco frustrada. Mas, o mais provável é que rapidamente se aperceba que essa dificuldade não é tão negativa como aparenta ser. Isto porque, uma vez que os seus requisitos se vão aprimorando, o processo de escolha é muito mais rápido e facilitado. E muitas das peças que há algum tempo atrás apenas iriam atulhar o seu armário nem sequer são consideradas. O que significa que deixará de realizar más compras e o seu armário apenas guardará peças que lhe assentam na perfeição e se enquadram no seu estilo pessoal.

Para tirar o melhor proveito possível das suas compras deve questionar-se se:

1 – Esta peça enquadra-se no meu estilo pessoal?

A primeira vez que olha para uma peça de roupa é atraída pela sua forma/cor/corte quando a vê na prateleira ou no charriot e essa primeira impressão é o primeiro filtro na hora de se certificar se essa peça é o que procura. Logo, é importante que veja cada peça individualmente e compare a sua cor, material, corte e detalhes e se estes estão em linha com o seu estilo pessoal. E aqui deve ser o mais específica que conseguir. Se a resposta a esta questão for positiva está no bom caminho.

2 – Gosto do corte e material da peça?

O corte e o material não são negociáveis. Uma peça de roupa que esteja um pouco fora da sua zona de conforto é algo com que pode trabalhar, mas se o corte não for o ideal para o seu tipo de corpo ou o material não for bem aceite pela sua pele não é, de todo, uma boa aposta. Para lhe poupar tempo no futuro é importante ter sempre presente, no momento da compra, quais os cortes e materiais que privilegia em cada peça. Uma peça na prateleira ou no manequim é sempre diferente de como lhe assenta no corpo pelo que é fundamental que experimente sempre todas as peças que considerar comprar. Quando as experimentar certifique-se que as peças são confortáveis e não lhe retiram mobilidade. Deve ainda informar-se sobre os cuidados que a peça exige e se está disposta a comprometer-se com eles.

3 – Qual será função da peça no meu guarda-roupa?

Antes de comprar qualquer peça deve, pelo menos, ter uma vaga ideia da função que esta terá no seu guarda-roupa. Cada nova aquisição deve estar em harmonia com a estrutura do seu guarda-roupa e com as suas preferências no que à criação de coordenados diz respeito. Mesmo que uma peça se enquadre no seu estilo pessoal, se não conseguir atribuir-lhe uma função, o mais provável é que não seja uma boa aposta.

4 – Vai preencher alguma lacuna no meu guarda-roupa?

Aqui, é importante compreender se a peça que está a considerar comprar é uma peça que realmente precisa e se a irá ajudar a construir o seu guarda-roupa ideal. Como sabe, além de ser um reflexo do seu estilo e personalidade, o seu guarda-roupa deve adequar-se a todas as suas atividades diárias. Pelo que deve tentar manter sempre presentes quais as áreas do seu guarda-roupa que têm falhas de forma a conseguir fazer compras mais informadas e conscientes.

5 – Consigo pensar em 3 coordenados para a usar?

Se a peça que está a considerar comprar “respondeu” positivamente às questões anteriores já deve ter reparado que está perante uma boa aquisição. Mas para uma decisão mesmo consciente confirme a versatilidade da peça ao pensar em diferentes coordenados em que a poderá utilizar. Se o seu guarda-roupa for coerente não lhe deve ser difícil chegar a uma resposta. De qualquer forma se se lembrar de, pelo menos, 3 coordenados em que a peça se encaixaria na perfeição… Não a deixe escapar!

Texto: Lima Limão Consultoria de Imagem

Beleza: Como ficar com cabelo ondulado!

Sábado, Outubro 28th, 2017

Bem, deixemos a maquilhagem por um momento e vamos dedicar-nos ao cabelo.

Sim, porque o meu tem vida própria e é sempre bom saber truques para domar o mesmo.

As minhas duas irmãs são cabeleireiras mas eu nasci sem qualquer talento para cuidar de cabelos.

Devia de ter mais cuidado, mas confesso que não tenho muita paciência.

Mas pode ser que agora mude de ideias.

As dicas de beleza de hoje são as seguintes:

– Acabar com a caspa

Esprema um limão, coe-o e depois de lavar bem o cabelo, passe-o com o sumo e massaje por alguns segundos.

No final, passe por água tépida.

– Mais sedoso

Se costuma ter o cabelo demasiado seco, experimente aplicar nas pontas óleo de fígado de bacalhau.

Repita esta operação sempre que o lavar. Verá como nota a diferença.

– Cabelo mais brilhante

Para dar mais brilho aos cabelos castanhos ou ruivos, passe-lhes, antes da última lavagem, café ou vinagre de sidra.

Verá como o cabelo fica cheio de brilho.

– Guardar os ganchos

Uma maneira prática e eficaz de guardá-los é dentro dos tubos de batom.

Para isso, limpe bem os tubos vazios com água quente, seque-os bem e preencha com os ganchos.

Feche com a respectiva tampa.

Lima Limão Consultoria de Imagem!

Segunda-feira, Outubro 16th, 2017

Mais uma rubrica da Lima Limão – Consultoria de Imagem com o tema:

Como avaliar a qualidade das peças de roupa

Na hora de comprar novas peças de roupa, o requisito mais importante a ter em consideração é a qualidade. Para tal, é importante saber reconhecer uma peça de qualidade quando nos deparamos com ela. É importante ser capaz de ver a diferença entre a peça de boa durabilidade e bem fabricada e uma peça que parece muito bonita na prateleira e que sabe que não durará mais que uma estação. Para tal, deve saber:

1 – O que distingue uma peça de boa qualidade de uma peça de má qualidade.

2 – Como reconhecer essas diferenças na hora de comprar.

Ora, o que é a qualidade?

Quando se fala em qualidade de peças de roupa rapidamente se associa ao facto desta durar várias estações em bom estado de conservação. Falamos de peças que podemos usar tranquilamente sem a preocupação que se vão danificar à primeira utilização. Falamos de peças que mantêm a sua forma durante um bom período de tempo. Falamos de peças que assentam na perfeição e não nos restringem os movimentos. Falamos de peças que mantêm a mesma cor após várias lavagens. Falamos de peças que demonstrem ser de boa qualidade através dos seus acabamentos: o toque do tecido; o forro da peça; o pormenor das costuras e os pequenos detalhes que as tornam diferentes e originais.

O que distingue uma peça de boa qualidade de uma peça de má qualidade é o esforço que certas marcas fazem para se certificarem que uma peça demonstre ter qualidade depois de fabricada bem como após várias utilizações e lavagens e que se mantém confortável de usar e a assentar na perfeição. Este esforço custa tempo e dinheiro, como é óbvio. Daí ser tão fácil e comum encontrar peças que são muito bonitas na prateleira mas em pouco tempo deixam de estar em condições de serem utilizadas. Isto porque, a fim de minimizar os custos, muitas marcas optam por se focar na criação de peças que apenas ficam bem na prateleira em vez de apostar na qualidade.  É o que traz lucro, sejamos sinceros. Na hora de comprar, a decisão recai muitas vezes na aparência da peça. Muito poucos compradores investem tempo em avaliar a qualidade (ou falta dela!) da peça de roupa.

É importante ter em consideração que, muitas vezes, a qualidade e o preço da peça não estão relacionados. Há artigos mais fáceis de fabricar que outras, o que torna bastante viável a possibilidade de encontrar peças de boa qualidade a um preço baixo. Em contrapartida, só porque uma peça é cara não significa que é de boa qualidade.

Então, como saber se determinada peça tem qualidade?

Primeiro que tudo, é fundamental ver a peça ao vivo. Pode, como é óbvio, espreitar algumas imagens online para perceber se esta lhe desperta qualquer tipo de interesse, mas para determinar a qualidade da peça, só poderá fazer presencialmente através do toque e a devida experimentação.

O primeiro passo é estabelecer prioridades. Nomeadamente descortinar quais são as peças que, para si, devem ter uma boa qualidade e durar mais tempo. Basicamente deve decidir em que peças vai investir mais tempo e dinheiro. A característica mais importante de uma peça de roupa é o material de que é feito. Por muito bons que sejam os detalhes, se o material não for bom, a peça não acrescentará valor ao seu guarda-roupa. Ao avaliar o material da peça é importante ter em consideração a qualidade do material em si e se este é o material mais apropriado para aquela peça em particular. É importante salientar que não existem materiais bons e materiais maus. Todos têm pontos positivos e menos positivos. O segredo está em saber quais são para que a decisão seja o mais consciente possível.

Texto: Lima Limão Consultoria de Imagem

Imagem: Pinterest

Dicas de Beleza!

Quarta-feira, Outubro 11th, 2017

– Amaciador natural

A maionese é um óptimo amaciador para cabelos. Assim, aplique 100 ml no cabelo, antes de lavá-lo, e cubra-o com uma folha de alumínio, ou película aderente.

Deixe actuar por 15 minutos e retire o excesso da maionese com água.

Depois, lave o cabelo com champô.

– Mais sedosos

Se costuma ter o cabelo demasiado seco, experimente aplicar nas pontas óleo de fígado de bacalhau.

Repita esta operação sempre que o lavar.

Verá como nota a diferença.

– Cabelo com reflexos

Para obter reflexos vermelhos no cabelo, prepare uma infusão de açafrão e aplique-a após a lavagem.

Desta forma, o cabelo adquirirá um tom avermelhado.

– Máscaras de beleza

Se a sua pele é seca, corte um pepino, com casca, aos pedaços e triture-o no copo misturador, juntamente com um iogurte natural.

Espalhe o preparado na face e, no final, enxagúe com água morna.

– Perfume mais duradouro

Antes de colocar o perfume, aplique sobre a pele um óleo hidratante corporal.

Assim, a essência perdurará por muito mais tempo.

Beleza: Maquilhagem para Outubro (Rosa)

Quarta-feira, Outubro 4th, 2017

Em homenagem a todas as pessoas que padecem de cancro, eis um vídeo que mostra maquilhagem cor-de-rosa.

As dicas de beleza desta semana, temos as seguintes:

– Amaciador natural

Se preferir, corte um raminho de rosmaninho em pedaços; aqueça-o com uma colher, das de sopa, de óleo de amêndoas doces, 15 ml de glicerina e igual de lanolina. Retire do calor, adicione um ovo, mexendo bem para não cozer; massaje o cabelo, depois de o ter lavado com shampoo, durante alguns minutos. No fim enxagúe bem.

– Acabar com a caspa

Para acabar com a caspa, lave-o com água, na qual dilui uma aspirina efervescente.

No final, retire a água em excesso e deixe secar ao ar. Repta este processo, pelo menos, uma vez por mês.

– Balsamo para lábios

Todos os dias, antes de deitar-se, aplique nos lábios, com a ponta do dedo, uma pequena porção de mel natural, tendo o cuidado de ir massajando.

Verá como os lábios ficarão mais bonitos e hidratados.

– Realçar os olhos

Se quiser realçar os seus olhos, saiba que pode recorrer-se de um lápis branco.

Para isso, pinte o interior das pálpebras inferiores com o lápis e, depois maquilhe-se normalmente.

Beleza: Esfoliação Corporal!

Quarta-feira, Setembro 27th, 2017

Esfoliação corporal:

Para esfoliar as zonas ásperas da pele, saiba que o poderá fazer de uma maneira bastante económica e natural.

Para isso, junte uma colher, das de chá, de açúcar granulado ao leite de limpeza que usa para limpar a pele e massaje cuidadosamente.

Também poderá optar por fazer uma mistura de farinha de milho com mel e nozes moídas.

Aplique-a na pele e esfregue com a ponta dos dedos, deixando actuar por cinco minutos.

Lima Limão Consultoria de Imagem!

Quinta-feira, Setembro 14th, 2017

Mais uma rubrica da Lima Limão – Consultoria de Imagem com o tema:

Como fazer compras em lojas vintage!

Um dos maiores objetivos de qualquer Consultora de Imagem é ensinar os seus clientes a resistir ao consumismo e a praticar um consumo mais consciente de forma a facilitar o processo de escolha todas as manhãs, deixar de ter um guarda-roupa a abarrotar de peças que não se usam e estimular a criatividade de cada um. Uma boa forma de praticar um consumo mais consciente é optar por fazer compras em lojas vintage. Se não sabe como tirar o melhor partido deste tipo de lojas, então este artigo é para si.

Porque deve comprar em lojas vintage?

1 – Encontra peças de boa qualidade. Durante muito tempo, a ideia de comprar em lojas vintage apenas era associada a peças velhas, gastas e com um aspeto um pouco duvidoso. Hoje em dia, não é bem assim. A oferta tem vindo a melhorar bastante e cada vez mais se encontram peças de boa qualidade e com bons acabamentos.

2 – Pratica um uso mais consciente do seu orçamento. Comprar peças de roupa usadas de marcas de qualidade fica sempre muito mais em conta que fazer a mesma compra numa loja normal. O orçamento destinado a compras rende muito mais porque se faz um uso mais consciente deste.

3 – Aprende a fazer um bom uso da sua criatividade. Numa loja convencional é disponibilizada uma coleção completa com diferentes formas de conjugar determinadas peças. O que facilita, e muito, o processo de coordenação. Por outro lado, a miscelânea de peças disponível numa loja vintage permite-lhe treinar a sua criatividade e sair da sua zona de conforto. Isto porque começa a abrir horizontes e a ver e experimentar novas e diferentes conjugações o que lhe permite descobrir o que acrescenta valor à sua imagem e o que se adequa ou não ao seu estilo pessoal.

O que procurar?

1 – Peças em bom estado de conservação. Sempre que uma peça de roupa tiver manchas, nódoas, borbotos, fios e/ou botões soltos ou buracos deve ser descartada por não se tratar de uma boa opção.

2 – Bons materiais. A relação qualidade do material e preço da peça deve ser, sempre, justa.

3 – Peças que não exijam ajustes ou que necessitem de pequenos ajustes. Assim como uma peça nova por vezes pede um qualquer tipo de ajuste. O mesmo pode acontecer com peças em segunda mão. O importante é perceber se o investimento que o arranjo pede compensa tendo em consideração o preço da peça.

4 – Peças versáteis. Apenas deve trazer consigo peças que permitam, no mínimo, 3 coordenados diferentes com o que já existe no seu guarda-roupa.

5 – Etiquetas com a informação nítida. Muitas peças exigem determinados cuidados durante a lavagem e com a secagem. Para garantir que não arruína a peça logo na primeira lavagem, certifique-se que a etiqueta  ainda tem todas as instruções de lavagem e secagem bem visíveis.

Texto: Lima Limão Consultoria de Imagem

Imagem: Pinterest

Rubrica de Beleza: Maquilhadora Vânia Coelho – Base ou BBCream?

Quarta-feira, Setembro 13th, 2017

Uma questão que me colocam muitas vezes é o que é mais aconselhável usar, a típica base de maquilhagem ou o BBcream?

Para quem não sabe do que se trata, o BBcream é um creme com cor que cuida e protege a nossa pele e devido à cor que tem, tem uma cobertura semelhante á de algumas bases, o que nos ajuda a tapar as imperfeições.

Os BBcream surgiram originariamente na área da cirurgia plástica. Os mesmo foram criados para ajudar a pele dos pacientes a recuperar no pós operatório e para além disso ajudar a disfarçar a marcas que ficavam da cirurgia nos primeiros tempos.

Ora a maioria das bases não têm esta característica de cuidar da nossa pele, tem apenas a função de deixar a nossa pele com um aspecto mais uniforme e tapar o que queremos esconder 🙂

Testando estes produtos lado a lado, verificamos sempre que os BBcream têm uma cobertura mais baixa que uma base, por esse mesmo motivo é também mais fácil para a nossa pele respirar quando usamos o BBcream do que quando usamos uma base.

Assim o que aconselho sempre às minhas clientes, é que caso tenham a necessidade de usar maquilhagem diariamente, ou pretendam um look mais natural, que optem por usar então o BBcream, pois a vossa pela irá manter-se muito mais saudável, irá respirar melhor e o vosso look será sempre mais “nude”. Se apenas usam maquilhagem esporadicamente, e pretendem um look mais intenso, mais trabalhado, então optem por uma boa base, aconselhada para vocês, que vos de uma boa cobertura e uma pele perfeita.-)

Os BBcream podem ser comprados em farmácias, hipermercados, ou online. Em todo o caso e para mim, as melhores marcas deste produto são as coreanas, que é de onde este produto é originário. Deixo-vos aqui o link de uma loja online onde os podem adquirir. A marca do que costumo usar é a Misha. Adoro-o. Cheira a produtos de bebé, e apesar de ser um BBcream tem uma excelente cobertura. Para mim que tenho rosácea, noto sempre diferença quando o uso.

Podem ver aqui no blogue, um post onde falo de algumas bases que já experimentei e também deste BBcream.

(ESQ: Maquilhagem com BBcream Misha ; DTA: Maquilhagem com Base Colour stay da Revlon)

Não se esqueçam que apesar de irem usar base ou BBcream devem sempre usar o vosso creme hidratante diário. Usem-no sempre e vão ver que ficam com uma pele de estrela de cinema. 😉

Beijinho

Até à próxima semana.

Rubrica de Beleza: Maquilhadora Vânia Coelho!

Terça-feira, Setembro 5th, 2017

Ola a Todos!

Antes de qualquer outra coisa, deixem-me apresentar-me.

O meu nome é Vânia Coelho, e sou maquilhadora há cerca de 3 anos.

A convite da Mónica, vou estar convosco neste cantinho, uma vez por semana para vos deixar algumas dicas e opiniões na área da maquilhagem e beleza, assim como para responder a qualquer dúvida que tenham.

Podem acompanhar o meu trabalho, tanto na minha pagina de facebook, como no meu blogue .

Ora e para este primeiro post, achei que o melhor seria começar precisamente pelo princípio 😀

Para mim não há nada mais importante numa maquilhagem do que a preparação da pele.

Até podem fazer uma maquilhagem fantástica. Mas se a vossa pele não estiver bem preparada para a receber, o resultado pode chegar a ser desastroso.

É extremamente importante alimentarmos a nossa pele e para isso devemos limpa-la e hidrata-la todos os dias antes de deitar e ao levantar.

Devem ser utilizados os produtos adequados ao nosso tipo ou estado de pele, e neste caso aconselho a consultarem um especialista, no entanto podem consultar aqui  um questionário excelente criado por uma dermatologista americana que vos pode ajudar a saber como está a vossa pele.

O grande truque esta na conjugação deste passo tão importante com a maquilhagem. Não devem nunca deixar de aplicar o vosso creme diário, antes de se maquilharem só porque a maquilhagem depois não segura tão bem.

O “segredo” é aplicar o creme e deixar passar cerca de 15/20 min antes de aplicarem a vossa maquilhagem.

Comecem por maquilhar os olhos por exemplo.

Assim a pele tem tempo de absorver o creme e ficar prontíssima e fantástica para receber a maquilhagem.

Esta dica aplica-se também para quem gosta de usar protetor solar.

Deem tempo a vossa pele de absorver tudo aquilo que lhe aplicam. 😉

Um beijinho e até a próxima semana.

😉

Vânia Coelho

Beleza: Maquilhagem para Jovens em Idade Escolar!

Quinta-feira, Agosto 31st, 2017

Eu vejo jovens com muita maquilhagem.

Por vezes até me assusta os looks que escolhem para o liceu.

Já que vão continuar a maquilhar-se, eis um vídeo com dicas de maquilhagem para jovens na idade escolar.

E como dicas de beleza, esta semana temos as seguintes:

– Dentes mais brancos

Elimine as manchas dos dentes, como, por exemplo, as do tabaco, mergulhando a escova de dentes em puré de morangos. Escove cuidadosamente os dentes e, depois, passe-os por água morna, onde dissolveu um pouco de sal. Repita esta operação ao longo de várias semanas.

– Esfoliação corporal

Para esfoliar as zonas ásperas da pele, saiba que o poderá fazer de uma maneira bastante económica e natural. Para isso, junte uma colher, das de chá, de açúcar granulado ao leite de limpeza que usa para limpar a pele e massaje cuidadosamente. Também poderá optar por fazer ma mistura de farinha de milho com mel e nozes moídas. Aplique-a na pele e esfregue com a ponta dos dedos, deixando actuar por cinco minutos. Enxagúe com água tépida.

– Tratar treçolhos

Se tiver um treçolho, saiba que a melhor forma de removê-lo é colocar várias passas cortadas ao meio sobre a pálpebra. Repita, se necessário, e verá como resulta.

– Acabar com a caspa

Se preferir, opte por espremer um limão; coe-o e, depois de lavar bem o cabelo, passe-o com o sumo de massaje por alguns segundos. No final, passe por água tépida.

Beleza: Babyliss no Cabelo Curto!

Sábado, Agosto 26th, 2017

Eu, se não tivesse um cabelo com vida própria (acho que é um problema geral para quem tem caracóis), teria o cabelo mais curto.

Não gosto dele totalmente liso, gostava de ter o cabelo mais curto, com ondulação.

Já tive um Babyliss. Não me ajeitei com ele e vendi (também na altura precisei do dinheiro), mas sempre quis aprender porque qualquer dia dá-me na cabeça e corto o cabelo. Vejam este video da Camila Coelho que nos explica como usar o Babyliss.

Em relação a dicas de beleza, aqui estão as desta semana:

Antes de dormir, deve retirar toda a maquilhagem.

Depois trate do resto.

– Pés

Antes de se deitar, aplique um creme gordo nos pés.

Evita que fiquem secos e com calosidades. Se dormir com meias o efeito é melhor.

– Rosto

Ponha um sérum no rosto para que faça efeito durante toda a noite.

Espalhe bem.

– Unhas

Aplique um óleo nas unhas para que as cutículas não fiquem secas.

Lima Limão Consultoria de Imagem!

Segunda-feira, Agosto 14th, 2017

Mais uma rubrica da Lima Limão – Consultoria de Imagem com o tema:

Como decidir o que comprar quando o orçamento é reduzido

A decisão de criar um bom guarda-roupa prende-se com a vontade de apenas ter no armário peças com as quais se identifique e que sejam um reflexo do seu estilo pessoal e personalidade. No entanto, nem sempre o orçamento permite fazer tal investimento. Uma boa estratégia para contornar essa situação é criar um coordenado que reúna peças que  tenham um grande impacto na sua imagem e que consiga conjugar com as restantes peças do seu guarda-roupa. Escolha criteriosamente cada peça. Cada uma deverá aumentar a sua confiança no seu estilo pessoal, ao mesmo tempo que lhe permitirá ganhar tempo para criar um bom orçamento a fim de incrementar o seu guarda-roupa de forma duradoura.

Eis algumas dicas que a podem ajudar:

1 – Analise o seu estilo de vida.

– Faça uma lista das suas atividades diárias (trabalho, ginásio, lazer…).

– Analise a sua agenda de forma a  perceber  a frequência com que recorre a determinado coordenado.

2 – Esboce o seu guarda-roupa ideal.

As peças em que vai investir numa primeira instância fazem parte de um todo para o qual está a trabalhar: o seu guarda-roupa ideal.

3 – Escolha peças versáteis que acrescentem valor à sua imagem.

– Opte por peças que personifiquem o seu objetivo final.

– Opte por peças que lhe transmitam confiança para desempenhar as tarefas mais difíceis do seu dia-a-dia.

– Opte por peças que possam ser conjugadas de diferentes formas num curto período de tempo de forma a mostrar a sua versatilidade.

– Opte por peças nem muito básicas nem muito tendência. As peças muito básicas nem sempre causam impacto suficiente e as peças tendência nem sempre permitem mostrar versatilidade.

4 – Procure a melhor qualidade que o seu orçamento permite pagar.

– Lembre-se que, nem sempre, o preço é indicativo de qualidade ou falta dela. Logo, é importante compreender as diferentes características de cada peça (material, corte…)

– Se procura peças simples e sem grande estrutura, uma boa opção será procurar em lojas Outlet das suas marcas favoritas. O mesmo se aplica a peças que à partida pedem um maior investimento.

5 – Continue a incrementar o seu guarda-roupa ao seu ritmo.

O mais difícil já está feito: começar. Agora é continuar a trabalhar até chegar ao resultado que pretende. A periodicidade com que fará novas aquisições não é o mais importante. O mais importante é que apenas acrescente peças de boa durabilidade e qualidade.

Texto: Lima Limão Consultoria de Imagem

Imagem: Pinterest

Dicas e Truques – Acessórios!

Quinta-feira, Julho 27th, 2017

Acessórios!

Quem não gosta de acessórios?

Sim qualquer pessoa. São o complemento do vestuário e restante visual. E temos que cuidar deles, para que durem mais tempo. Com isso também se poupa.

Aqui têm algumas dicas:

– Lenços de seda

É difícil arrumar este tipo de lenços sem que fiquem amarrotados. Experimente enrolá-los em tubos de papel, de folha de alumínio ou película aderente, e prenda com um gancho ou uma mola. Guarde-os em gavetas.

– Guardar chapéus

Arrume os chapéus dentro de sacos plásticos grandes e encha-os de ar para que não fiquem amarrotados e vincados. Assis estarão sempre perfeitos.

– Pó de talco para leques

Polvilhe o leque com uma mistura de pó de talco e bicarbonato, em quantidades iguais. Deixe o objecto coberto por duas horas. Sacuda-o e escove-o com suavidade.

– Apertar punhos

Se os punhos da camisola alargaram, molhe-os em água quente e seque-os com um secador de cabelo.

– Elásticos lassos

Se o elástico da peça de roupa ficou frouxo e não pode ser substituído, alinhave-o com um fio elástico, por cima, puxe e dê um nó.

Lia Cardoso: Cursos Mastermakeup – Mês Rosa!

Quarta-feira, Julho 19th, 2017

A Lia Cardoso está de volta a Lisboa com mais um curso de maquilhagem.

E este tem uma vertente solidária.

10% do valor do curso reverte para a Liga Portuguesa Contra o Cancro. É o mês Rosa e toda a ajuda é bem vinda para combater este monstro de doença.

Em Lisboa, o curso vai ser realizado no Parque das Nações Sul, começa no dia 03 Setembro e tem a duração de 6 domingos.

Os cursos da Lia valem mesmo a pena. Ainda hoje pratico as dicas que aprendi no workshop que fiz com ela.

Na inscrição se mencionarem o meu nome eu agradeço 🙂 só para ter feedback deste post.

Vejam toda a informação na página do facebook e contactem a Lia se tiverem qualquer dúvida sobre este curso.

Pois bem, o que estão à espera para se inscreverem?

Lima Limão Consultoria de Imagem!

Quarta-feira, Julho 19th, 2017

Mais uma rubrica da Lima Limão – Consultoria de Imagem com o tema:

Como misturar padrões.

A mistura de padrões pode ser um autêntico quebra cabeças. Ou então não. O truque está em simplificar. E começar com pequenos passos de cada vez. Até se dominar a arte.

Fique com algumas dicas:

A melhor forma de começar a usar padrão é usar coordenados em que apenas uma das peças tem padrão. Usar cores neutras e/ou sólidas nas restantes peças é uma boa forma de equilibrar o look e a silhueta. Assim evitará cair no erro de fazer conjugações infelizes e conseguirá tomar o pulso em relação ao uso de padrões.

Misturar padrões iguais em cores diferentes. É uma excelente forma de entrar no mundo da conjugação de padrões. Apenas tem de escolher duas cores que combinem entre si e conjugar diferentes peças de diferenças padrões. O sucesso é garantido!

Misturar diferentes padrões no mesmo coordenado também é possível. Apenas terá de ter em atenção que as peças deverão estar na mesma paleta cromática e os padrões terem dimensões semelhantes a fim de criar uma silhueta harmoniosa.

O padrão de riscas é um excelente aliado na hora de misturar padrões, visto ser possível coordená-lo com qualquer outro padrão  e/ou cor.

Combinar o mesmo padrão em diferentes tamanhos. É uma excelente forma de criar um look original sem correr o risco de criar demasiada informação.

Misturar padrões diferentes do mesmo tamanho. Se o objetivo for arrojar sem cair no ridículo, esta é a melhor opção.

 

Imagens: Wendys Look Book

Texto: Lima Limão Consultoria de Imagem

Beleza: Dez dicas para aproveitar melhor a roupa que possui!

Quarta-feira, Julho 5th, 2017

Eu neste momento estou a tentar seguir estas dicas ao máximo, para poder aproveitar melhor a roupa que tenho. Porque apesar de não ser muito vaidosa, gosto de estar bem, apresentável, tendo sempre em conta a minha altura.

Dez dicas para aproveitar melhor a roupa que possui:

1 Não compre por impulso

2 Organize o seu roupeiro

3 Escolha um tema / tendência

4 Escolha 2 ou 3 cores que dêem com tudo

5 Faça uma lista daquilo que está a faltar no seu guarda-roupa

6 Apenas compre peças que possa vestir com artigos que já tenha.

7 Não compre só porque vê alguém vestido com aquela peça ou que viu em alguma revista / blog

8 Compre itens de uma única cor mais do que os estampados, já que são mais versáteis.

9 Tente comprar uma peça por mês ( se o orçamento o permitir ), para conjugar com alguma peça que já tenha. Fica com mais uma opção.

10 Reveja muito bem o seu guarda-roupa e seja implacável. Livre-se de qualquer item que não usa, não importa o quanto esteja na moda.

Viver com Menos #78 – Cenas de Gaja!

Terça-feira, Junho 27th, 2017

Quem me conhece, sabe que eu nunca fui muito dada a modas. Nunca tive muito jeito e como a minha prioridade é o conforto, esqueço-me de conjugar cores e padrões e não ligo nada a essas coisas, pronto 🙂

Nunca fui muito vaidosa, durante muitos anos comprei roupa em Inglaterra porque aqui em Portugal não havia.

Nunca gostei de andar igual às outras pessoas.

Mas, agora e desde 2012 (altura da minha separação), passei a ligar mais a isso.

Por ter passado por dificuldades, por sentir que precisava de aumentar a minha auto-estima, por achar que devia de gostar mais de mim.

Enfim, foram imensas as razões, incluindo as pessoas com quem me relacionei depois. Sim, em 5 anos, foi mais do que uma. Não sou santa 🙂

Mas isto tudo para explicar que mesmo que queiramos ser vaidosas e queiramos cuidar de nós, isso custa dinheiro e não é pouco.

É óbvio que podemos fazer imensa coisa em casa, é óbvio que podemos arranjar as nossas próprias unhas, mas não é a mesma coisa.

A depilação, por exemplo.

Durante muito tempo fiz em casa. Até que apanhei alergia à gilette (nas virilhas) e os outros produtos dão me comichão e não duram.

Por isso eu agora não dispenso a depilação com cera, uma vez por mês. Já tentei cera em casa, bandas e tudo e não funciona. Foi um gastar de dinheiro sem necessidade. Encontrei um sitio barato e de qualidade e estou muito satisfeita.

Depois vêm as unhas. Não tenho jeito para pintar as unhas. Pintar com a mão esquerda então, é um desastre.

Por isso não dispenso o gelinho uma vez por mês. Dura imenso e estão sempre bonitas. E no sitio onde trabalho, é importante ter as mãos arranjadas.

E depois temos as raízes do cabelo que precisam de ser pintadas todos os meses. Sim, porque tenho cabelos brancos desde muito cedo.

Ser mulher e andar arranjada fica caro. E para quem estica o dinheiro como eu, é complicado. Mas se calhar consegui o trabalho que tenho e consegui manter-me lá porque passei a “olhar” mais para mim.

Yves Rocher – Nova gama Gel de Banho concentrado!

Terça-feira, Junho 27th, 2017

Eu gosto muito de experimentar produtos, porque é assim que se descobre produtos bons e económicos, que para mim é uma coisa essencial.

A Yves Rocher enviou-me a nova gama de gel de duche concentrado que apetece comer. Cheirinho bom!

Com a sua base lavante 100% de origem vegetal, a sua fórmula com 97% de ingredientes de origem natural, os seus aromas benéficos e a sua nova fórmula totalmente inovadora desenvolvida sem conservantes, o novo Gel Duche Concentrado surpreende no duche. Para se sentir bem, todas as manhãs.

Muito obrigada à Yves Rocher.

Adorei!

Lima Limão Consultoria de Imagem!

Quarta-feira, Junho 21st, 2017

Mais uma rubrica da Lima Limão – Consultoria de Imagem com o tema:

Armário Cápsula: a melhor estratégia para construir um bom guarda-roupa com um orçamento reduzido

A construção de um bom guarda roupa é sempre um investimento. Um investimento contínuo, leia-se. E, nem sempre, é possível investir uma determinada quantia em determinada peça. Logo, controlo e disciplina são conceitos chave. Controlo e disciplina que se tornam difíceis quando constantemente as marcas lançam novas tendências. E constantemente são lançadas novas coleções.

Numa época em que consumismo é a palavra de ordem, muitas pessoas estão a voltar às origens. E começam a compreender que viver com menos é mais fácil. Ser é mais importante que ter. Aqui entram os conceitos de minimalismo e armário cápsula. Ou, se preferirem, guarda roupa inteligente. Ter menos peças de roupa leva a uma melhor administração do seu uso. Ter menos peças de roupa torna-a numa pessoa mais versátil. Acredite!

Para construir um guarda roupa inteligente é necessário priorizar a qualidade à quantidade, ser fiel ao seu estilo pessoal e resistir a tendências. O resultado é um guarda-roupa mais funcional e equilibrado, menos dinheiro desperdiçado em peças de fast fashion e maior satisfação com todas as peças que se possuem.

Se pretende construir um guarda roupa inteligente. Mas o seu orçamento mensal é reduzido. Saiba o que pode fazer para que tal seja possível:

Fazer uma limpeza geral ao guarda roupa atual. É importante retirar todas as peças do seu guarda-roupa. E quando digo todas, são MESMO todas! É fundamental experimentar todas as peças e descartar todas as que não são usadas com frequência e as que não gosta ou com as quais não se identifica ou não se sente bem. Se no final deste processo sobrarem poucas peças de roupa, isso apenas significa que apesar de ter pouca roupa, ainda são muitas as pelas que apenas estão a encher o seu armário. E é aqui que entra um conceito fundamental: o desapego. Manter peças que não usa apenas a vão impedir de ter as que realmente usa. Desapegue. Não se irá arrepender!

Regressar aos básicos. No processo de limpeza do guarda roupa é importante separar as suas peças básicas de boa qualidade e que permitem versatilizar o seu guarda roupa. Aqui, é importante esclarecer que as peças básicas que não devem faltar no seu armário são:

  • Peças que pode usar quase todos os dias sem correr o risco de as enjoar.
  • Peças que combinam com tudo o que tem.
  • Peças sem as quais não vive, independentemente da estação/local/ocasião.
  • Peças que funcionam como elementos de ligação entre todas as outras peças do seu armário.
  • Peças feitas de materiais de qualidade com boa durabilidade.

Fazer uma lista de compras realista. Aqui é fundamental ser racional e apenas apontar as peças que realmente necessita.  Uma boa forma de não perder o foco (nem desperdiçar dinheiro!) é apenas comprar o máximo de 5 peças por estação. Assim irá limitar os seus gastos  ao estritamente necessário. Apenas necessita de se certificar que todas as peças que comprar vão acrescentar valor ao seu guarda roupa e imagem pessoal.

Vender as peças de roupa que já não usa. E que se encontram em bom estado, claro está! É uma excelente estratégia para minimizar o investimento feito. Além de contribuir para incrementar o orçamento disponível para fazer face à sua lista de compras. Existe uma enorme variedade de sites e lojas em segunda mão onde as pode vender, bastando uma simples pesquisa para descobrir o que melhor se adequa aos seus objetivos.

Conhecer o seu corpo é fundamental. Ter cuidado com a sua imagem pessoal, o seu corpo e a sua saúde é fundamental. Assim como amar-se e valorizar-se. Isto porque, independentemente do que gosta, existe o que mais a valoriza e favorece. E é difícil construir um guarda roupa inteligente quando usa peças que não a valorizam. Uma vez que, ao investir em peças desfavorecedoras está a desperdiçar dinheiro. E, se o seu orçamento já é reduzido, pior ainda! Antes de investir em qualquer peça certifique-se de que esta a valoriza e irá acrescentar valor  à sua imagem.

Texto: Lima Limão Consultoria de Imagem

Related Posts with Thumbnails
Pesquisa
Agenda – Livro

Livro-Agenda

À venda a partir do dia 18/11/2015Comprar livro
O Meu Livro

Livro à venda nas livrarias, papelarias, nos hipermercados e CTT

Veja o video

Spartoo
Niwite
Ellas
Unik
A Festa na Hora
Facebook

Canal no You Tube

Instagram

Pinterest

Twitter

Dica da Semana

Dica da Semana

No dia-a-dia:

- Pratique a regra dos 30 minutos. Vai ver que a sua vida melhora.


A Dona de Casa Perfeita - 2008/2016 - Alojado por tetoOnline