Search here...
TOP
Coisas Minhas

Coisas que me irritam #8

Eu agora não tenho este problema, já que vivo no último andar, mas na casa antiga deparava-me com esta situação inúmeras vezes e por muito que fosse refilar, a minha vizinha de cima, era assim a dar para o estúpida.

Ela costumava estender os lençóis e tapava-me a janela da cozinha, impedindo a luz de entrar.

Como me irritava!

Disse-lhe que não podia fazer isso, mas ela não ligava até que resolvi a situação. Cada vez que a parva estendia a roupa eu dava um nó e assim não atrapalhava a entrada da claridade.

Nos últimos meses naquela casa ainda fiz melhor. Puxei os lençóis e foram parar ao chão. Foi remédio santo!

Passou a dobrar os mesmos antes de estender.

Já me bastou ver roupa estragada com lixívia ( nunca soube quem me estragou a roupa ) mas também com 9 andares por cima, era complicado.

Muitas pessoas não sabem viver em comunidade, pensam que podem fazer tudo e isso irrita-me.

Que situações já vos aconteceu/ou acontecem no sítio onde moram?

Related Posts with Thumbnails

«

»

70 COMMENTS

  • Ana Costa

    Pois eu também ja fui apanhar a minha farda que estava estendida na janela da cozinha e qual não foi o meu espanto e tinha uma nódoa de molho de tomate na minha camisa que ainda por cima é branca, e cinza?Ui isso é todos os dias.Já resolvi que naquela janela só tapetes e assim.

    • Ana Maria

      E roupa queimada com as pontas de cigarro? Nem fumo, nem ninguém em minha casa e tenho que ficar com a roupa queimada. Porquê? Não foi ninguém dos andares de cima. O certo é que todos fumam…

  • Cláudia

    Com a roupa nunca tive problemas, agora com o barulho, já lá tive que ir umas quantas vezes! …eu a partir das 10h tento ser mais slenciosa que o silêncio para não incomodar, os meus vizinhos de cima é a partir dessas hora que decidem fazer mudanças diárias. levantar as cadeiras? para quê, se podemos arrastar!!! ….até fico a hiperventilar só de pensar no assunto!

    • Tita

      Boa tarde a todas, eu tb vivo num apartamento que alguns meses à traz o meu prédio era um paraíso um silencio, tava sempre tudo limpinho. Agora foram para lá um casal que são autenticos badalhocos, e uma rapariga para debaixo do meu aparatamento voçes nem imaginam o barulho que ela faz, se tiver em casa e desde às 7h da manha abrir os estores que parece um camião, ate ás 23h sempre a fazer barulho, não tem respeito nenhum, já lhe batemos á porta e ela não abre, que sugestão me dão para a avisar que faz muito barulho.

      Obrigadas

      • Maria

        Um professor meu também tinha problemas com os vizinhos de outros andares (ele morava num R/C). Era sacudirem as toalhas cheias de migalhas e lixo (a varanda dele ficava toda suja), etc.. Tentou falar com eles mas não deu em nada. Como ele era estrangeiro até devem ter gozado com ele… o que fez ele para resolver de vez o problema? Lembrou-se de algo engenhoso: foi à feira e comprou tudo o que havia de PODRE: ovos podres/chocos, hortaliças podres e malcheirosas, enfim, tudo o que possam imaginar que estivesse estragado. Chegou a casa, colocou uma máscara e luvas e enfiou tudo num balde. Mexeu bem com um pau até ficar bem misturado… depois foi buscar papel de cozinha transparente, uma fisga e atirou toda essa mistela envolta em plástico para as janelas exteriores dos apartamentos das pessoas que lhe faziam essas gracinhas. É claro que o plástico abria com a força do impacto nas janelas e a mistela podre ficava colada aos vidros. Foi remédio santo, nunca mais teve problemas com os vizinhos! E o que nós nos rimos quando ele nos contou essa situação!

        Se este exemplo servir para ajudar alguém com problemas com vizinhos… força!

    • mena pais

      olhem em relaçao ao barulho realmente há pessoas que deviam ter cortinados e nao portas!!!!! sabem os meus vizinhos é uma desgraça batem com as portas seja a que horas for nem que sejam 3 da manhã nao se aguenta!

  • sandra

    hummm

    o meu predio tem 6 casas, so tenho um andar por cima, de um lado tem estendais do outro nao…

    pois os meuz queridos vizinhos de cima sacodem os tapetes todos do lado dos estendais, haja roupa ou nao…

    ja falei 2 x , nao resultou… ja nem sei que fazer… pois se nao ligam nenhuma… deve ser assim para o parvos…

  • Lidia

    Acontece-me exactamente o que te acontecia a ti, a minha vizinha de cima estende os lençóis, mantas, etc… tudo aberto, quando está vento farta-se de bater na minha marquise… Um primo meu já me tinha sugerido a técnica do puxar e mandar abaixo, e não sei se não vou mesmo adoptar.. é uma coisa…

  • Andréa

    Acho que se os apartamentos têm varandas é para se usar as varandas para estender roupas, bater tapetes, etc. Não sei porque as pessoas tem a mania de colocar coisas penduras na janela. Vivi num apartamento onde a vizinha de cima batia os tapetes e a toalha de mesa do lado de fora da varanda. Resultado: ficava com a minha varanda cheia de pó, além dos grãos de arroz e cascas de pão. Comecei a varrer e colocar a sujeira no tapete de entrada dela. Absurdo? Não, só devolvi o que lhe pertencia.

    No apartamento onde vido agora tenho uma vizinha que apesar de ter varanda pela manhã coloca os lençóis pendurados na janela. Isso me faz pensar: "Será que eles tem incontinência urinária?" ou "Será que transpiram tanto à noite que precisam colocar a roupa para tomar ar?". Em qualquer das hipóteses água e detergente seria mais higiênico além de quê os lençóis na janela também servem para limpar as paredes externas no prédio.

    E já tive um vizinho que apesar de ser boa pessoa costumava fumar para a janela. Até aí tudo bem, o problema é que como não tenho varanda meu gato as vezes senta à janela para olhar para a rua e o tal vizinho tentava acertá-lo com a ponta do cigarro.

    Viver em comunidade não é fácil e viver com gente que não sabe se limitar ao seu espaço é pior ainda.

    • cozinhatricolor

      Viver em apartamentos não é nada fácil. Pior ainda se se encontram vizinhos com pouca consciência do que é viver num espaço comum. Quer se queira quer não existem espaços que pertencem a todos e ás vezes as pessoas esquecem-se disso. Felizmente onde moro é um cantinho do céu. Os vizinhos são civilizados minimamente. Não há barulhos nem sujeiras. Há um pequeno senão. O meu vizinho de cima, rapaz solteiro, costuma fumar à janela. Ás vezes esquecesse e lá vão umas beatas parar ao peitoril da minha janela. É só ás vezes, mas mesmo assim tenho que andar sempre a ver pois não quero que o meu bicharoco vá comer aquilo. Tem melhorado…mas cada vez que abro a janela para o gato arejar tenho que passar um paninho. De resto é um espectáculo.

      Já onde mora a minha mãe…coitada. Tem lá vizinhos barulhentos até mais não. De vez em quando lá vai ela tocar a campainha ralhar.

  • Tempo

    Felizmente com a roupa não tenho problemas porque tenho varanda aberta e posso estender lá, mas por exemplo a minha vizinha da porta da frente tem o hábito de colocar o lixo na escada, perto da porta de casa, às vezes deita cheiro, e nós temos caixote do lixo mesmo perto do prédio. Uma falta de civismo louca.

  • Ana

    Olá! Sei bem o que isso é. Eu moro no 1º andar e por cima tenho mais 5 vizinhos… mas o pior nem são os do meu prédio e sim os do prédio ao lado. Há lá uma «senhora» que insiste em sacudir tapetes sem os aspirar primeiro e não vê que há pessoas com roupa estendida. É tanto lixo pelo ar que chega a ficar colado à roupa e entrar pela casa. Há gente que devia viver isolada, numa gruta para fazer o que bem lhes apetecia. também me irritam as vizinhas que decidem andar de saltos pela casa e como temos todos chão de madeira… estõa a ver o eco. Chegam a acordar-me a bebé. Fico piúrsa da vida! beijocas 🙂

  • Raquel

    Felizmente, acima de mim, só há um apartamento e a senhora dobra os lençóis e é muito educada, de modo que não tenho problemas nenhuns. Mas também cerca de 99% das vezes estendo a roupa dentro de casa.

    Aliás, eu não tenho razão de queixa, tirando o meu vizinho da frente que insiste em deixar o saco do lixo à porta, mas como nunca fica lá assim muito tempo até nem me incomoda muito; e ali uma casa em que o pessoal é doido e se fossem meus vizinhos directos (eles vivem no prédio do lado) já tinha chamado a polícia imensas vezes. Uma vez fizeram uma festa e jogaram garrafas de vidro, caixas de piza, até tampas de sanita pela janela fora!! Um nojo, e os carros nem conseguiam ir para a garagem por causa dos vidros partidos no chão.

    Mas o pessoal dos andares mais baixos queixa-se de beatas (inclusivé em cima dos carros), pastilhas elásticas, restos de comida… Putos, é o que é, isto aqui é só putos.

  • manuela

    Querida Mónica, eu só vivi alguns anos num prédio, mas o que me incomodava mais era os contadores bi-horários. Eu sou do mais ecológica possível, mas quando não incomodo os outros… era ouvir, máquinas de lavar a roupa a centrifugar da 1h da manhã, até às 6h. E reconsiderarem, está bem, está !! E os saltos altos? E as crianças a jogar à bola e ao berlinde dentro de casa? Imagino o estado daquelas paredes e chão…

    Beijinhos e obrigada por me deixares dar este desabafo. Agora, moro na calma e no silêncio :))

    • cris

      Olá Mónica. Eu moro no último andar. Não sacudo toalhas de cozinha, nem tapetes (as 1ªs são plásticas, com um pano húmido ficam boas, e de tempos a tempos vão para a máquina, os 2ºs aspiro-os e quando têm mais pó, também vão para a máquina). Não gosto de fazer aos outros, o que não gostaria que me fizessem a mim. Mas no meu prédio há situações de falta de civismo: roupa estragada com lixívia, queimada com beatas de cigarro. Acho que há pessoas que deviam tirar um curso de boas maneiras, antes de morar numa comunidade. Bjs. adoro o teu blog

  • Deolinda

    Olá,

    Comigo são os vizinhos de cima. Não estendem a roupa por cima da minha, mas a mulher a dias deles sacode os tapetes esteja roupa ou não. O que mais irrita é que sacode os tapetes do quarto na varanda do quarto, os tapetes da sala na varanda da sala, etc… ah e já apanhei duas vezes beatas na roupa… Vou sempre lá reclamar… é disso e é quando resolvem por o cão a dormir na rua nos dias de frio e chuva (o cão está habituado a estar dentro de casa). O coitado do cão farta-se de ladrar e lá vamos nós dizer para meterem o cão dentro de casa…

    O cão é o que menos faz barulho e o que menos dá problemas… E já nem falo dos saltos altos de madrugada e dos "arrastamentos" de moveis…

    • paulo

      mete-lhe a policia a porta… cola avisos no predios, rebaixa a gaja, que ela vai ao lugar… depois de lhe pores a policia a porta, a queixa fica registada… se ela continua, a partir daqui passa a ser provocacao e nao descuido e assim poes-lhe um processo em cima. a gaja perde e paga as custas

  • Anabela

    Ui, é melhor nem falar muito nisso. Por isso é que quando mudei de casa passei só a dizer bom dia e boa tarde e nada mais. Chega de confianças porque dá sempre em porcaria já que as pessoas não sabem ficar no seu cantinho sossegadas e abusam à farta!

    Bjs,

    Anabela

    • Paulo

      Eu vivo em Macau. tenho um patio que circunda a minha casa toda, mas por cima de mim tenho 22 andares… se vivesses aqui com os chinas muitos de voces ja se tinham suicidado ou tinham limpado o sarampo a algum… quando comprei a casa nao imaginava o inferno que me esperava. Alguns fazem por mal, mas os outros porque sao porcos ou ignorantes. Ao principio refilava, mas nao valeu de nada, porque alem de nao respeitarem o "estrangeiro" , ainda faziam pior ou se faziam passar por vitimas. Chamei a policia por duas ou tres vezes(numa das vezes a PJ quando quase levei com uma garrafa de vinho). A policia nao faz nada sem provas e tambem nao se querem ralar para as obterem, a nao ser que a isso sejam obrigados no caso de alguem ficar ferido. Ai vao fazer um levantamento das impressoes e do DNA. E eu ja estava disposto " a tudo" . Mas resolvi passar a ignorar em vez de gastar um dinheirao para instalar cameras de vigilancia ou improvisar uma "simulacao" de agressao para apanhar os cretinos.
      Comecei a dar desprezo e a limpar imediatamente assim que algum OVNI aterrava, e com lixia pura. Contratei mesmo uma empregada indonesia. Mantenho o meu espaco sempre impecavel e esta a dar resultado. O meu problema baixou para ai 95%. Este tipo de gente combate-se mostrando o bom exemplo e a superioridade. Mas se nao der a bem, tambem da a mal. Cheguei a levar com preservativos, fraldas de bebe enroladas, embalagens de Mac Donald. Agora so uns lencinhos de papel do ranho de vez em quando ou umas beatas.
      Essa do bom dia ou boa tarde tambem gosto. Mas aqui nao precisamos de nos esforcar para isso, pois eles sao mesmo assim. 90% deles nem sequer segura a porta para quem vem atras, ou fecha-te a porta do elevador na cara. Podem morar anos e anos frente a frente sem nunca falarem contigo.
      Para os que aguentam e nao se deixam "contaminar" e uma boa experiencia, pois ajuda a fortalecer a personalidade.
      Paulo

  • Isis

    Tu nem me fales em vizinhos…

    É comida, é cigarros, é lixivia, é barulho até à meia noite, há de tudo aqui. Fartinha deles até aos cabelos.

    Bj

  • Ana

    É o meu sonho, comprar uma vivenda para evitar me estar sempre a chatear. Gostei da tua táctica, qq dia faço o mesmo, puxo a roupa e cai tudo no chão.

    Há pessoas mesmo estúpidas!

    Bjoca

  • Raquel

    Acabei de me mudar para um sitio calmo, embora no centro da cidade. O prédio parece-me seguro, e tem apenas 3 andares (2 apartamentos por piso). Na sexta feira passada, quando saí de casa deparei-me com a não existência do meu tapete da entrada. Estou desconfiada que só pode ter sido algum vizinho porque a porta do prédio está sempre fechada. Fiquei chateadissima porque aquele tapete era o ultimo da loja… :/

  • Tixa

    Bem, eu agora é a vizinha de cima com os seus tacões de manhã, às 7 horas, a correr a casa toda naquilo durante 15 minutos. É chato, mesmo ao fim de semana… Aqui fica uma dica para ela: Calça os tacões quando saires e não 15 minutos antes, sff.

    Aprender a viver em comunidade é assim tão difícil?

    Beijinhos

  • Carina Macedo

    Após ler todos os testemunhos posso dizer que vivo no paraíso. Onde moro não há prédios apenas vivendas com quintais , jardins, etc.. os vizinhos são poucos mas cada um tem o seu espaço para fazer o que quer. Assim ninguém reclama do barulho/lixo/desrespeito do vizinho e todos se dão bem.

  • Luna

    Eu vivo num apartamento felizmente só tenho um vizinho de baixo, mudou-se há pouco para cá, por enquanto não tivemos problemas vou falar baixinho para não agoirar.

    Os antigos vizinhos sempre nos dermos bem, no último ano cá estiveram, haja paciência abusaram um bocado, tinham um cão nos últimos meses se eu queria abrir uma janela tinha lá ir abaixo limpar cocos para evitar as moscas e mau cheiro.

    Houve uma vez que desconfiamos que ouviram uma conversa lá de casa, meteram a boca no trombone correu fofoca por toda a aldeia num assunto só tinha sido falado 1x por nós os 2 lá em casa.

    Claro meu sonho era ter uma vivenda com espaço meus filhos a correr a vontade, sem vizinhos a cuscarmos a vida ouvirmos as nossas conversas infelizmente vou ter ficar pelo meu pequenino T3.

    Até nisso digo tenho mais sorte do que a minha irmã, ao fds tem fugir de casa pq vizinhos de cima tem café no resto do chão metem musica altos berros tipo turning até altas horas da matina, meu cunhado á alturas trabalha durante á noite.

    bjocas

    luna

    • maria

      Quanto ás fofocas já duas pessoas andaram a escutar á minha porta.
      Uma, foi o pái de um vizinho, em flagrante ! Eu a falar para o meu marido e a abrir a porta da escada e o tipo de orelha colada á porta. Atrapalhado subiu rapidinho a escada sem olhar para trás!Outra, foi uma vizinha que se descaíu quando fui ao café e a vi. Tinha sido uma conversa que tinha tido duas horas antes ao telefone com a minha filha. Depois a vizinha atrapalhada desculpou-se que tinha sido o filho (8anos)que tinha passado perto da minha porta e lhe tinha contado ! O puto é todo despassarado nem liga a ninguem quanto mais a conversas dentro de casa. Tive quase para a confrontar com o filho para ver a reacçao!
      Deve achar que eu ando a anhar!

  • Inês

    Olá Mónica,

    Essa situação irritava-me solenemente quando morava com os meus pais (rés-do-chão), bem como outras situações, como por exemplo andar de sapatos (principalmente saltos altos!) em casa até altas horas…

    Agora moro num 2º e último andar, por enquanto nada me incomoda 🙂

  • Fátima

    Mónica só de falar neste tema fico já irritada! Morar em condomínio é bastante complicado, porque as pessoas não têm civismo nenhum! Moro no 1º andar e a minha vizinha de cima faz das boas… Anda de sapatos de salto até às 11 da noite…atira com as portas quando sai de casa sejam as horas que forem. A mulher é meia doida! Em relação aos lençois todos estendidos um dia bem a lixei! Abri a minha janela da varanda e entalei o lençol da senhora, tranquei o fecho e fui passar o fim de semana fora!Foi remédio santo! Nunca mais aconteceu!

  • Bernardino Lima

    Isso da roupa é uma das regras que deve ficar no regulamento do condomínio. Se as regras do condomínio ficarem estabelecidas com aprovação da maioria, o condomínio aí tem "força" para valer a lei. Porque o que é dentro da nossa propriedade, quando incomoda outro condómino é da competência do condomínio e não dos condóminos em questão!

  • Luísa

    Isto é das coisas que mais verdadeiramente me irritam. Desde o conteúdo de cinzeiros, às migalhas da toalha do almoço, os pelos do cão, compota, roupa colorida a pingar líquido, líxivia, já encontrei de tudo um pouco na minha roupa estendida. E só tenho 3 vizinhos por cima de mim, mas cada um mais porco que o outro.

  • carla lourenç

    Por essas mesmas razões que quando comprei a minha casa comprei o último andar, porque na casa da minha mãe sempre foi assim. Estender roupa a tapar as janelas, sacudir tapetes tendo a minha mãe roupa no estendal, mas agora eu não sofro disso e apesar da casa por baixo estar vago a maior parte do ano sempre estendo os lençois dobrados e raramente sacudo tapetes porque os aspiro e vão para a máquina. Mas este teu post deu-me logo vontade de rir ao lembrar de uma cena com muitos anos quando ainda era miuda de escola e estava em casa do meu primo onde costumávamos estudar depois das aulas e quando ele quis chegar à janela para apanhar ar a vizinha tb tinha os lençois estendidos de maneira que nós não conseguiamos chegar à janela, o meu primo resolveu de outra maneira, foi buscar a tesoura e cortou o lençol, logo ali na hora já conseguimos ver a rua!!! Depois foi reclamar com a minha tia, mas ela mandou-a passear!!!

    à muitas pessoas que deveriam morar nas caves dos prédios!!!

    Beijinhos grandes,

    Carla

  • Maria joão

    Olá

    Eu não tenho esse problema graças a Deus pois tenho uma vivenda ,o meu marido não queria viver em apartamentos e vai dai fizemos uma já a tenho a 24 anos e é das melhores coisas pois grito ,berro ando nua faço o que quiser que ninguém nos aborrece ,os meus filhos trazem os amigos e corre tudo bem pois o espaço da casa são 200metros quadrados mas ao todo eu tenho quase setecentos metros quadrdos dá para fazer os churascos na rua andar de bicicleta ter o canil do meu cão e ele andar a correr por todo o lado e depois moro ao pé de zona verde com pinhal e eucaliptos e naparte da frente ainda tenho jardim ,eu depois mostro é que agora andam cá os pintores a pintar a casinha e os muros pois já precisava .É DAS MELHORES COISAS TER UMA VIVENDA .

  • Cátia

    Olá, não vivo em apartamentos, mas sim num bairro e também sofro com o barulho dos meus vizinhos. Ainda hoje que tanto me apetecia dormir até mais tarde que não tinha que levar a criança à escola. É claro que foi impossivel eram oito horas toca a acordar porque se lembraram a arrastar os móveis para começarem a fazer pinturas… Enfim….

  • luarte

    Ao ler o teu post parecia que estava a ver a minha vizinha de cima 😛

    Ela fazia-me exactamente a mesma coisa, o que me irritava profundamente. Sobretudo quando ela tem 3 grandes varandas e ninguém estende do lado de fora das mesmas. A tipa tinha daqueles estendais amovíveis. E eu educamente cheguei a bater-lhe por 3 vezes à porta a chamá-la para a situação de me tapar a luz. O marido ainda me chegou a responder: "por essas e por outras é que eu comprei o último andar".

    O cúmulo da boa educação e do civismo. Então, agora porque se vive no último andar, isso dá-nos o direito de fazer tudo e mais alguma coisa e os vizinhos que se aguentem? Percebi que aquilo não ia com mais conversas e passei para a acção. Um dia a roupa estava tão descida que lhe pendurei um saco de plástico com uma mola na ponta dos lençóis. E prometi a mim mesma que se a coisa continuasse, da próxima o saco não iria vazio, mas cheio de guelras de peixe.

    Acho que ela leu os meus pensamentos preversos e antecipou-se. Não voltou a estender mais roupa dessa forma 🙂

    Beijinhos

  • mariana

    E os cães? São mais que os filhos e ladram a toda a hora!! Às vezes parece que moro num canil…

    • maria

      Tive uma vizinha que o cão ladra desde que ela saía de casa ás 06h até ás 20h. Ela dizia que era a maneira do cão falar! Liguei á GNR (ouviam o barulho do cão do outro lado do telefone) que ao fim de 6 meses foram avisá~la. Acabou por dar o cão.
      Para vos dizer que o animal estava tão desorientado de estar sempre sozinho que chegou a lançar-se pela varanda(1ºandar) e partiu uma pata!

  • Paula

    Oi!

    Aconteceu-me uma vez uma coisa também muito chata.

    Tenho vizinhos ciganos,e os miudos deles estavam a bincar no patamar do prédio, mesmo por baixo de mim(eu moro num 1º andar).Estava eu a apanhar a roupae a rir-me das brincadeiras deles (crianças né?)e então não é que a minha vizinha de cima resolve pendurar um saco COM água e corta-o com uma tesoura entornando água por tudo quanto é lado!!…Fui logo lá acima refilar!! Disse-me ( danada) que estavam a fazer muito barulho e assim calava-os.

    Em relação à minha roupa,..( esta só para rir ou enraivecer), paciência, não tinha reparado.

    Custa a acreditar, não é? Mas foi verdade.

    Bjos

    PaulaS.

  • Madalena Felicio

    A pior coisa que me aconteceu até hoje passou-se na casa anterior. Morava no 6ºandar e por cima ainda havia mais 3 vizinhos.

    Um dia cheguei a casa, com o marido e a filha,depois do emprego e dirigi-me à cozinha como era meu hábito quando olhámos para as janelas(eram 4 portadas) estavam todas vermelhas, fomos vêr e era sangue. Depois de batermos às portas dos andares de cima chegámos à conclusão que a vizinha do 8º se tinha esquecido de descongelar o jantar, ideia brilhante, como estava sol pendurou o saco da carne como se fosse roupa e esta conforme ia descongelando ia escorrendo.Era ou não inteligente? Ia tendo uma coisinha má.

  • Joana Lourenç

    Não vou esconder as risadas que dei quando li o teu post. Epá é preciso mesmo muita paxorra. Depois do aviso não dobrou, então medidas extremas!

    A minha vizinha veio tocar-me à campainha por serem 23horas e eu estar a tomar banho. Que se ouvia tudo no prédio. Depois era porque estavamos a fazer muito barulho e nós sentados na sala a ver tv! Epá deixei de lhe ligar nenhuma porque não me apetece chatear. Principalmente quando ela faz jantaradas até ás tantas e eu nem lhe digo nada!

    Vizinhos é uma seca!

  • Ana

    Olá

    Aqui para estes lados, é uma vergonha.

    Uma vez uma vizinha do lado estava a sacudir tpetes e panos do pó quando eu estava a estender a roupa, tve mesmo que lhe perguntar: Desculpe, não se importa de parar? Tenho roupa lavada a levar com o seu lixo!

    Os meus vizinhos de cima tb gostam muito de sacudir lencóis, mantas e tapetes para a fachada principal do prédio, onde passam as pessoas… é uma vergonha! E de vez em quando lá deixam o saco do lixo à porta!

    Porque não respeitam os espaços comuns??

    🙁

  • Margarida

    Olá Monica,realmente isso é muito desagradavel, eu nao tenho esse problema porque nao tenho ninguem por cima e por baixo a vizinha nao estende roupa mas ainda assim, detesto ver lençois todos esticados! Aqui o problema é mesmo o barulho quando se lembram de furam e martelar é sempre na hora de jantar!Haja paciencia!

    • maria

      antes ser na hora de jantar lol se fosse durante a hora do sono………..!

  • P.

    É por tudo o que aqui foi falado (lençois estendidos até tapar varanda de baixo, sacudir tapetes, barulheira, enfim desrespeito) que vendi o meu apartamento e comprei uma moradia isolada. Costumo dizer que agora vivo no paraíso, e ainda parece-me mentira apesar de já cá viver há quase dois anos. Chego a ter pesadelos dos últimos 2 anos em que vivi no apartamento.

  • marta

    Olá Mónica

    Apesar de viver no meio da cidade de Lisboa, trânsito e movimento, não tenho nada a declarar em relação aos meus vizinhos. É um silêncio que por vezes até parece um prédio fantasma. Não se houve um pio, uma festa ou outra de vez em quando, mas barulho (pouco) só até horas devidas. Nesse aspecto vivemos civilizadamente uns com os outros.

    Somos 27 condónimos e até à data não tenho nada a declarar, apenas um outro que não pague o condomínio atempadamente de resto, é o "bom dia", o "boa tarde" e o "boa noite", sem grandes confianças e alguns até devolvem o sorriso.

    Há apenas um que não cumprimenta, nem responde, coisa que me irritava imenso (um senhor engenheiro de nariz empinado). No início apetecia-me mandar-lhe um berro e chamá-lo de mal educado, mas não, certo dia decidi que simplesmente deixaria de cumprimentálo e assim tenho feito. Cruza-se comigo e nada, até viro-lhe as costas.

    Há que saber viver em comunidade.

    beijinhos Marta

  • fatima martins

    e que tal viver por cima de um "bataclan"? explico melhor…. aluguei um restaurante ha uns 3 anos no r/c de uma moradia (a estrear), e comprei o primeiro andar. o restaurante nao deu certo , entreguei ao dono. e continuei a viver no primeiro andar…. ele transformou akilo com dancas de varao.. e shows eroticos … LINDO!!!! Teve noites de estar deitada e só ouvia "tira tira tira!,……..

    • maria

      show de borla , nada mau hihihil

  • Teresa C.

    Olá Mónica,

    Eu não tenho razões de queixa dos vizinhos de cima porque moro no último andar, mas «não faço aos outros o que não gostaria que me fizessem a mim», ou seja os lençóis ficam sempre dobrados ao meio, a roupa nunca é estendida a pingar, nem sem ser centrifugada.

    Quando chego a casa vou logo ao quarto para tirar as botas ou sapatos, para calçar os chinelos e não fazer barulho para o meu vizinho de baixo, o prédio é de três andares com dois apartamentos por piso, é portanto pequeno e toda a gente se conheçe (é a vantagem, ás vezes) é sossegado e felizmente os moradores são civilizados, ninguém arranta móveis ás 23h00.

    Até eu quando chego tarde num fim de semana entro em bicos dos pés no prédio, para não fazer barulho com os saltos dos sapatos.

    Bjs

    Teresa C.

  • Tania

    Este post vem mesmo a calhar já que ando pirada com a minha vizinha de cima…

    Também estende os lençóis a tapar-me as janelas, eu vou buscar um cigarro e fumo 😀

    Já para não falar do marido que fumo e deita a cinza para cima da roupa e da alpista que os passáros deles mandam para o meu parapeito.

    Tenho que estender a roupa tapada com um plástico….

  • Margarida

    No prédio em que vivia morava no rés-do-chão e nunca tive qualquer problema, o único senão é que a visinha do 1.º andar deitava a água de lavar o chão para a varanda dela e aquilo estava lá montes de tempo a pingar água com detergente e cabelos, os carros que estavam estacionados ficavam sujos e uma vez eu ia pressada no passeio e caí, agora riu-me com a situação, mas na altura magoei-me pq com a calçada do passeio e aquela água cheia de detergente paraque que estava de patins :S:S

    Neste novo apartamento moro no 2.º andar, n costumo fazer nada do q já foi falado, até o meu marido vai fazer um acrecento para colocar na pingueira da varanda para que não pingue para as varandas de baixo pq o chão da minha varanda não dá para lavar com esfregona, é muito areoso e só esfregando com uma vassoura e tenho que molhar, custa-me e por isso o tenho feito é: tapo a pingeira e lavo à vontade, depois ensopo o que posso com a esfregona e fica a secar… Também tiro sempre os sapatos assim que entro en casa, só lá andam de saltos as visitas, mas a essas não vou pedir que tirem os sapatos por causa dos visinhos.

    Puxar a roupa dos visinhos para o chão também não fazia :S:S

  • Ana

    Ola!Em casa dos meus pais, ja aconteceu, entre pingas de lixivia, comida a descongelar, lixo dos tapetes etc…cair um vaso com uma plantaçao de cannabis…lindo… 😀

    No meu apartamento,que é um 1º andar levava sempre com a comida do passaro, brinquedos,beatas dos restantes vizinhos, sempre chamei a atençao e sempre se "cag****" pra situaçao, mas eram capazes de embirrar com o meu vizinho de baixo por causa do cheiro?!? da cadela qd a mesma estava na varanda…

    Agora onde moro com o meu marido, é um 4º andar, o unico senao é a vizinha de baixo faz sopa varias vezes ao dia e a bancada dela da cozinha é em pedra (este predio é bastante antigo), escusado sera dizer que faz ressonancia pelo predio inteiro e o vizinho que mora na "casa de porteira" qd vem mais pingado lembra-se de meter musica em altos barros, que eu oiço ca no 4º andar como se la estivesse na entrada do predio…as alminhas que moram ao lado nada fazem,tem alturas que ja passa da meia-noite,ja la fui bater a porta montes de vezes e é o mesmo que nada, alias antes pelo contrario, mete musicas de touradas e la vai disto!! lolol

  • Allie

    Apesar de viver numa vivenda e não ter de lidar com os problemas mencionados por quem vive em apartamento, também tenho problemas com os meus vizinhos. Um dos meus vizinhos (meu tio por sinal) tinha o hábito de fazer fogueiras para queimar o lixo (mesmo havendo recolha de lixo 3 vezes por semana e ecoponto ao fundo da rua). Para cúmulo da falta de respeito fazia essas fogueiras naqueles dias raros de sol e secos no Inverno, quando as pessoas aproveitam para abrir janelas e para estender roupa a secar e tapetes a apanhar ar. Outra das coisas que ele adorava fazer (e já não faz também porque uma vizinha chegou a chamar a polícia e ele acalmou) era chegar a casa e ficar no carro a ouvir música aos berros, por vezes às 2 e 3h da madrugada.

  • sandra vieira

    Olá Mónica!!!Eu aqui no prédio onde vivo, algumas pessoas parecem que vivem na selva.Tinha uns que punham música até às 2,3 da manhã!Claro que iamos os chatear para pararem e eles cediam.Mas repetiam a gracinha muitas vezes.Uma vizinha de cima punha roupa a pinhar depois de eu ter estendido a minha,foi repreendida milhentas vezes até que percebeu.A mesma batia os tapetes e deixava a minha janela uma verdadeira imundice,cheia de cabelos,um autentico nojo,foi e depois de outras milhentas vezes ser repreendida até que deixou de fazer isso.A de baixo (vivo num 4º andar e o prédio são 6 andares) fala aos berros e ouve-se tudo.Outro o do prédio do lado punha música todos os sábados até mais da meia noite.Foi também repreendido a acatou.E não foi o desplante que disse que nos fins-de-semana se pode fazer barulho até à meia noite.Era o que faltava o meu marido foi à polícia informar-se até que horas se pode fazer barulho e o policia disse-lhe que durante a semana é até às 22h e durante o fim-de-semana nem se pode fazer barulho pois é considerado dias de descanso.Até que tudo isto parou quando tive bebé e não tolerei que, quer o barulho depois das 22h, quer a música, incomodasse o meu bebé.O que mais chateia isto tudo é que são pessoas mais velhas que eu que fazem estas asneiras e alguns parecem saidos da selva.

  • Yana

    Olá!

    Apesar de me dar bem com a minha vizinha de cima, às vezes ela faz coisas que eu não compreedo. É uma senhora que não trabalha,logo está sempre em casa e pode fazer tudo, mas ao fim de semana resolve estender os lençois e tapar-me o meu solinho e vista da varanda. Fico furiosa que so me apetece puxar aquilo.

    O ano passado resolver lavar a varanda com lixivia e não reparou que eu tinha roupa estendida: resultado estragou-me um lençol bordeux, uma t-shirt novinha e mais umas quantas peças. Fui lá acima furiosa perguntar se a filha dela tinha estado a brincar com lixivia ( foi o que me lembrei de perguntar) pois tinha a roupa toda estragada e ela disse que apenas tinha salpicado o chão com lixivia para tirar o cheiro dos grelhados. Aiii que nervos e então não repara que pode pingar para baixo!!!

    Outra coisa que às vezes acontece é uma vizinha do prédio ao lado que resolve colocar taparueres com comida e água para os caes que andam ali na rua mesmo ao lado da porta do prédio. No outro dia de manhã ía a sair de casa e vejo aquele espectaculo que mandei um pontapé naquilo. Que falta de respeito pelos outros. se quer dar de comer aos animais que coloque as coisas noutro sítio ou então à porta dela.

    Que falta de civismo!!

  • Yana

    Ainda há mais, que me esquecio de referir. Quando comprei a minha casa há 10 anos, o meu vizinho do r/c que tinah acabado de se divorciar resolver fazer capoeiras para pintainhos e galinhas nas traseirs do prédio, as quais ficavam mesmo por baixo das janelas dos meus quartos. Claro que aquilo não deu boa coisa. Depois de muitas discussões para ele tirar aquilo dali, chamamos a polícia, o delegado de saúde, enfim…. houve um dia que o meu vizinho de cima passou-se e foi lá e partiu aquilo tudo. Claro que as galinhas e os pintos fugiram todos. Depois o senhor resolveu criar novamente pintainhos, mas em casa. Trata-se de uma pessoa que não abre janelas, não lava roupa e que quando está calor vem um cheiro de casa dele que nem imaginam. Eu desconfio que ele deve continuar a ter bicharada dentro de casa.

    • Maria

      nao pode ! um apartamento não é Jardim Zoológico, faça queixa!
      Imagine que aparecem pragas, como é?

  • Regina

    Adorei seu Blog, enfim uma pessoa que não esta preocupada com esnalte de unhas, estou cheia disso.Parabens.Sou de Campinas, Brasil e adoro Protugal, até ja tive uma casa aí, na Quinta da Marinha em Cascais.bjs Regina

  • Rute

    Olá e desde já felicito-a pelo seu blog!

    A mim, o k me irrita é mm a falta de civismo e a falta de educação NO K RESPEITA A VIVER EM SOCIEDADE.

    Mudei-me à sensivelmente um ano para esta casa em k estou, juntamente com a minha pequenina e o meu marido e já temos mais um novo membro a caminho!=)

    o k se passa é k vivemos num prédio em k mt poucos habitantes sabem o k é limpeza, respeito, civismo e enfim…!!!!

    Desde manhã à noite que a mha vizinha do r/c está com musica alta (eu moro num 3º…) n temos condomínio capaz de gerir certos problemas cm limpeza, que uma vizinha se assegurou desta mm em troca pagaríamos mais 5€, até aí td bem, mas ela só limpa a entrada do prédio…=/, só funcionam 2 lâmpadas neste prédio, uma na cave e outra no 1º andar…mas o k me aflige mais é mm a falta de higiene (k atraí bichos) e o ruído k me tortura!!!!!!!!

    O k poderei fazer???

    Do condominio ja disseram k o sr do condominio "fugiu" com o dinheiro e que estoa a tratar disso…há um ano???

    enfim aguardo alguma sugestão!=)

    bjos Rute

  • Ana

    Moro num quarto andar sem elevador. No 1.º andar, tenho uns vizinhos que fazem constantemente festas, houve uma vez que foi até às 5 da manhã. fazem grelhados e o cheiro entra por todas as casas! Quanto mais a gente pede para eles se conterem um bocadinho, pior eles fazem "&/%$#$%&/!!! Agora estão um bocadinho menos mal, não sei se fizeram queixa na polícia…

    Mas os que me irritam mais é uma família que vive no segundo andar, que, imaginem, não tomam banho nem limpam a casa!!! Esta semana, por duas vezes, vieram-me os vómitos ao passar quer pelo andar deles quer pelo homem, que é o pior deles todos!

    Os meus outros vizinhos dizem que já meteram papelinhos por debaixo da porta a chamar a atenção, e que andam um tempo mais "arejados". Só que depois voltam ao mesmo!

    Eu ando a pensar seriamente em falar pessoalmente com eles, já que com papéís o problema não se resolve. Mas não sei se vou ter coragem…

  • Ana

    Queria apenas dizer que não me importo que não limpem a casa. O problema é o cheiro que fica no prédio, principalmente no andar deles.

  • Elisabete

    Uiiiiiiiii… Fico doente! Desde o barulho, às exigências, à falta de respeito no geral… Posso matá-los?

  • isabel machado

    ola eu tb tenho uma vizinha de cima que nao tem respeito nenhum pelos que estao em baixo desde sacudir os tapetes (que é ilegal) desde fazer barulhos enormes nos momentos mais intimos com o amante as tres da manha e uma pessoa acordar com o barulho, ja reclamei na reunião de condominio e nao tem o minimo de respeito por ninguem pq nem sequer aparece nas reunioes pois tb tem uma data de meses de condominio em atraso enfim so tenho pena de nao conseguir ir morar para uma vivenda assim acabava com estes problemas.

    Beijos e tudo de bom para si

  • Isa

    Olá, no meu caso é mais o vizinho de cima que não deve ter cinzeiro em casa… e acha a minha varandinha linda com aspecto disso… pelo menos não me atira com as beatas… 😉 enfim…

  • Eugénia

    Olá. Vivo no rc de um condominio de 5 apartamentos. A minha vizinha de cima, 1.º andar, tem por hábito sacudir as carpetes, toalhas de mesa e outras roupas para o jardim do prédio, esquecendo-se que por baixo habito eu. Por norma tenho o meu estendal no patamar que me é destinado, visto que está á frente das minhas portas janelas. Todo o pó, areias, migalhas, unhas, etc, vêm parar ou em cima da minha roupa ou na calha das minhas portas janelas. Já falei com ela algumas vezes, mas tem sido em vão. Vou pedir para ficar no regulamento do condomino na próxima reunião. Espero que ela e o marido que é GNR cumpram. :»
    Bejs

  • apc

    Felizmente, a roupa que a minha vizinha de cima estender, vai ficar sobre o tecto do meu quarto, e não tanto por cima da minha marquise, acho. Mas como ainda vou colocar, do lado exterior, uma grande caixa de metal sobre a marquise (necessária ao sistema de grades de protecção), mesmo que ela (é uma ela, é viúva) pensasse nisso, a roupa dali não poderia passar, e ao lá chegar sujar-se-ia de pó. Mas o que faz confusão é como é que as pessoas não pensam nos outros, de facto. Jamais me passaria pela cabeça fazer uma coisa dessas a alguém! Quer dizer… despassarada como eu sou, até poderia dar por mim a fazê-lo sem o notar (duvido), mas se me chamassem à atenção, seria imediata a pedir desculpa e a emendar-me, jurando a mim própria nunca mais incorrer no mesmo erro. Todos diferentes…!…

  • maria

    Eu chegava a entalar os lençois da vizinha nas janelas da minnha marquize! Quando ela vinha pedir-me para lhe libertar os lençois eu dizia o proquê !

  • maria

    Já tive uma mudança no prédio ás 4h da manhã ! Refilei e responderam-me que era uma mudança vinda "DO NOURTE " !
    Bolas, se vinham do norte viessem mais cedo….ou mais tarde!

  • Cristina

    Eu tenho uma vizinha por baixo que se lembrou de fazer rissóis e instalou uma cozinha improvisada , sem chaminé , nem saida se cheiros, simplesmente abre dois postigos e o cheiro vem todo parar a minha varanda , que é tbem porta de entrada. Em suma começa a cozinhar as 9 da manha e a roupa que tenho estendida na varanda , leva com este cheiro todo….. Ja foi acusada de ma fe, mas considero que esta é uma situação insustentavel, …..

  • Dina

    Boa Tarde pessoal, moro no 1º andar e a santa da minha vizinha do 2ºandar ontem fez me o favor de começar a lavar seu pátio e mandar a agua cá para baixo logo a seguir de eu ter estendido a roupa, o que mais me revolta é que ela deu por ela de eu estar a estender a minha roupa e o mais revoltante é que é da família do meu marido. Onde esta o respeito pela vizinhança?

  • Belinha

    A minha vizinha de cima, não gosta de mim por fumar na varanda, cada vez que estou na varanda a fumar um cigarro, la vem ela com meia dúzia de tapetes para sacudir em cima de mim, quando lhe digo para parar de sacudir porque estou la, ela de imediato manda me ir fumar para dentro de casa porque o fumo a incomoda. e como se isto não fosse suficiente, vai buscar um frasco de remédio das moscas e despeja o em cima de mim, normalmente tenho que fugir para dentro de casa. Depois fica ate de madrugada a arrastar moveis por cima do meu quarto. Pelo menos duas vezes que cheguei a minha varanda e estava repleta de areia, outras vezes estava toda salpicada de branco…no meio disto tudo, e como não sou de ferro, com todas estas provocações, reclamei com ela duas vezes e que ganhei em troca foram duas queixas falsas. mesmo assim ainda não esta contente e continua com todas as provocações e o barulho . Conclusão: tenho que fugir desta casa o mais depressa possível.

  • Manuela Clímaco

    Viva
    Moro num r/c com quintal todo coberto de mosaico e a vizinha de cima que tem um corredor que leva a um quintal seu, sacode todas as coisas para o meu quintal, incluindo carpetes, cujos fios ficam no quintal e levam ao entupimento das fossas. O entupimento das fossas é aterrador para mim, ume velha de 73 anos, muito doente e, de vez em quando, levo com a porcaria toda na minha habitação. Rega o seu quintal com mangueira, entrando-me a água dentro de casa. Enfim!
    Não sei que fazer porque a proprietária de cima é uma "mulherzinha"

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *