(foto: Sapo.pt)

Ontem no Jornal de Notícias vinha um artigo sobre o consumo dos portugueses.

Estive a ler e estava lá que o consumo de bens e serviços baixou com excepção da despesa com o supermercado.

É que isto das promoções que existem quase todos os dias (para mim é o joguinho do gato e do rato para sacar o dinheiro às pessoas) faz com que muitas pessoas façam stock e gastem dinheiro à toa.

Eu tenho algum stock sim, mas nada em exagero e não ando enfiada nos supermercados cada vez que há uma promoção. Porque para já os descontos em produtos com validade alargada, existem várias vezes ao ano e não vale a pena estar a empatar tanto dinheiro que poderá fazer falta um dia mais tarde para uma emergência.

Tenho uma amiga que com as promoções que tem havido nos supermercados (trabalha ao lado de um) gastou mais do que devia no mês passado. O filho precisou de oculos e não havia dinheiro.

Por isso, é tudo muito bonito mas para quê ter 20 embalagens de detergente se depois falta para o que é realmente essencial?

Pensem nisso.

Ponderem se vale a pena todas as promoções, toda esta loucura com os vales, pensem que para certos produtos, são feitos vários descontos ao longo do ano.

Se aproveitarem as promoções de carne e peixe ou até de produtos alimentares que raramente têm desconto, digo que fazem bem, mas agora comprar detergentes, produtos de limpeza e higiene em grandes quantidades cujos produtos todos os meses têm desconto ou existe vale em todo o lado, acho que fazem mal.

É bom pagar pouco e ter stock mas deve ser tudo feito com moderação.

Que acham deste assunto?

Related Posts with Thumbnails