Num mundo ruidoso, saturado e apinhado urge a necessidade de parar e respirar.

São as redes sociais, o telemóvel sempre carregado e pronto a ser utilizado, a televisão, a abundância de sons e gente. É a bagunça na nossa mente, o olhar agitado e o respirar desassossegado. É a necessidade de ter que ser, ter que fazer e principalmente, ter que exibir e ostentar.

Quantas vezes paramos para olhar, sentir, inspirar e expirar?

Quantas vezes nos permitimos nada fazer?

E quantas vezes hoje em dia nos sentimos plenos e satisfeitos, tranquilos e preenchidos, em paz?

Sim, precisamos urgentemente de desligar, desconectar e respirar.

Precisamos de ouvir apenas a nossa voz, o silêncio. Estar sós, nós e os nossos, nós e a vida a acontecer.

E precisamos de dançar sem ninguém ver, chorar e gritar, cantar a plenos pulmões, sorrir, abraçar, gargalhar… e amar.A Vanessa também escreve aqui. Num sitio só seu.

Visitem Um Sonho só Meu

Related Posts with Thumbnails