Ando há mais de um ano sem poder beber álcool, sem poder tomar medicamentos na descontra, mas andava-me mesmo a fazer falta um copinho de vinho branco.

Quando engravidei, álcool e medicamentos sem ser benurons, estavam fora do baralho, depois, veio a criança e a amamentação, portanto, já não bebia um copinho de vinho há imenso tempo e andava com umas ganas de sair com o marido e poder beber mais que um sumo, que nem vos conto.

Ora, ao fim de nove meses, eis que a criança começou de dia para dia a não querer maminhas.

Eu tenho perfeita noção de que podia ser uma fase, e que me bastava ir tirando leite para manter a produção, mas honestamente, acabei por não o fazer, portanto, acabou-se a maminha cá em casa e os pais foram os dois jantar fora, sendo que aqui a mãe, bebeu um muito merecido copinho de vinho.

Por incrível que pareça, ontem dei comigo com uma gripe fantástica e nem imaginam como fiquei contente quando percebi que não tinha que ler a parte da bula relativamente à amamentação.

É oficial, estou livre para Griponais e afins (leia-se coca cola e branco fresquinho).

Related Posts with Thumbnails